A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

14/12/2012 07:20

Funcionários da Enersul fecham empresa em protesto por reajuste

Aline dos Santos
Trabalhadores protestam em frente a Enersul. (Foto: Simão Nogueira)Trabalhadores protestam em frente a Enersul. (Foto: Simão Nogueira)

Funcionários da Enersul fecham a sede da empresa em protesto nesta sexta-feira. “Fizemos uma ação mais radical, porque a empresa foi radical ontem com a gente”, afirma o presidente do Sindicato dos Eletricitários de Mato Grosso do Sul, Élvio Vargas.

De acordo com ele, dezembro é data-base da negociação de reajuste salarial, mas a direção da Enesul se nega ao diálogo. “Começamos com pedido de 4% de reajuste. Depois flexibilizamos a negociação. Sugerimos reajuste diferenciado no ticket alimentação. O problema é que eles não querem negociar”, salienta.

Os funcionários fecharam com cadeado a entrada da sede da empresa, localizada na avenida Gury Marques, em Campo Grande. Os veículos são impedidos de entrar. No local, trabalham 500 pessoas. Às 8h, será realizada uma assembleia para decidir sobre a greve. A polícia está no local, na saída para São Paulo.

A Enersul pertence ao Grupo Rede, mas está sob intervenção. Conforme o presidente do sindicato, é forte os rumores de venda da empresa.

Enersul vê intervenção como medida protecionista e diz que segue ritmo normal
A Enersul avaliou, por meio da assessoria de imprensa, nesta sexta-feira, que a intervenção na concessionária é uma medida protecionista da Aneel (Ag...
Dívidas fazem Aneel intervir na Enersul e 7 empresas do Grupo Rede
A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou, em sessão extraordinária nesta sexta-feira, a intervenção na Enersul, concessionária que aten...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions