A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

02/07/2016 14:12

Gêmeos ‘separados’ após suspeita de H1N1 estão juntos de novo

Mãe comemora volta dos filhos para casa e diz que vai reforçar cuidados com bebês

Anahi Zurutuza
Benjamim (direita) descansa ao lado do irmão Bernardo (Foto: Direto das Ruas)Benjamim (direita) descansa ao lado do irmão Bernardo (Foto: Direto das Ruas)

O gêmeos Benjamim e Bernardo, de 2 meses, já estão juntos de novo. Benjamim teve alta às 11h30 deste sábado (2), após passar 13 dias internado e precisar ser entubado e induzido ao coma. Bernardo estava em casa desde quinta-feira (29).

Os meninos foram internados na Santa Casa no dia 20 de junho com suspeita de terem a gripe H1N1. A contaminação pelo vírus influenza A foi descartada e os meninos foram diagnosticados com pneumonia.

“Chegamos em casa mais ou menos meio-dia. Eles já estão juntos, estão super bem e com fome”, comemorou Thays Delmondes, 21, a mãe dos gêmeos.

Ela acrescenta que Benjamin está 100% recuperado e que sequer precisará continuar tomando medicamentos em casa. “Agora todo cuidado é pouco com a saúde deles”, ressaltou.

A mãe agradece toda a ajuda que recebeu desde que o caso ganhou projeção por meio das redes sociais. “Gente de vários lugares de Mato Grosso do Sul me ligou para me dar força e me ajudar de alguma forma. Eu agradeço e sei que o que trouxe ele a vida novamente foi Deus e a fé que temos nele”.

O caso – Os meninos começaram a apresentar dificuldades respiratórias há três semanas, segundo a mãe. Eles tossiam muito e tinham dificuldade para mamar. Benjamin, que ficou em estado mais grave, teve muita febre também.

Thays conta que a primeira vez que procurou a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Coronel Antonino – no norte da Capital –, os filhos foram diagnosticados com renite alérgica. Eles estavam sendo medicados com um antialérgico até que na madrugada do dia 20, Benjamim começou a ter muita falta de ar e chorar. “A gente foi para a UPA às 3h e só conseguimos a transferência para a Santa Casa às 22h”, lembra.

Benjamim já chegou entubado ao hospital, foi induzido ao coma e só saiu da UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) no dia 29. Bernardo foi examinado e médicos descobriram que ele também estava com os pulmões carregados, por isso, ele também foi internado. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions