A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

22/12/2015 14:29

Governo e prefeitura prometem escola e área de lazer no Portal Caiobá

Filipe Prado e Leonardo Rocha
Reinaldo afirmou que área de lazer será construída no residencial, em discurso (Foto: Gerson Walber)Reinaldo afirmou que área de lazer será construída no residencial, em discurso (Foto: Gerson Walber)

O Governo de Mato Grosso do Sul e a Prefeitura de Campo Grande prometeram, durante solenidade de entrega de casas do Residencial Celina Jallad, no Portal Caiobá, na manhã desta terça-feira (22), a construção de uma escola e areá de lazer para os novos moradores da região. Serão distribuídas 1,5 mil casas, em todas a etapas do residencial.

O prefeito da Capital, Alcides Bernal (PP), assegurou, em discurso, que irá construir a escola, com recurso do município. Questionado sobre a origem do recurso, ele não especificou de onde sairá. “Vamos fazer o possível para construir”. O projeto, segundo o prefeito, está sendo feito pela Emha (Agência Municipal de Habitação) e ressaltou que a área para a construção da escola está reservada.

Reinaldo Azambuja (PSDB) foi “intimado” pelo prefeito para construir uma área de lazer próximo ao residencial, incluindo a prática de esportes. “Podemos construir uma quadra de esportes. O governo será parceiro da prefeitura, sim, para que possa ter essas atividades para as crianças”, ressaltou.

“Mesmo no momento de crise, o Estado precisa continuar os projetos e obras. Não podemos parar e a melhor forma é fechar parcerias com o Governo Federal e a prefeitura”, pontuou Azambuja.

A presidente Dilma Rousseff (PT) iniciou seu discurso por volta das 13h40, que durou cerca de 40 minutos. Muitas pessoas desistiram de esperar o pronunciamento e foram embora, após duas horas de espera, com calor de 31º C. Poucos, que estavam sob a tenda, incluindo o Bernal e a ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello, permaneceram para ouvir a presidente.

Em discurso, Dilma ressaltou o benefício da casa própria, para brasileiros com baixa renda. “A casa própria é uma conquista para pessoas com poder aquisitivo menor. Muitos estavam de aluguel e assim comprometia a renda e faltava no final do mês”, comentou.

Ainda ressaltou que muitas não poderiam financiar casas sem o subsídio do governo. “Ficaria muito caro”, assegurou a presidente.

Residencial - Esta entrega faz parte do programas federal "Minha Casa, Minha Vida", em uma parceria entre governo federal, estadual e municipal. As residências possuem 40.07 m², dois quartos, sala, cozinha e banheiro. Foram investidos R$ 48,4 milhões na obra, sendo R$ 42,9 milhões do Governo Federal e R$ 5,4 milhões do Governo de Mato Grosso do Sul.

No mesmo momento do evento em Campo Grande, haverá entrega de casas simultâneas nos municípios de Camaçari (BA), Simões Filho (BA), Juazeiro (BA), Brasília e Santa Cruz do Sul (RS). Dilma estará na cidade de Camaçari, onde vai interagir com os demais locais, sendo que seu discurso será transmitido ao vivo por meio de telão.

O governo estadual aplicou sua contrapartida na infraestrutura interna e externa, sendo que foi R$ 3,9 milhões para viabilizar a construção das moradias e R$ 1,5 milhão para implantação de infraestrutura externa (drenagem e pavimentação asfáltica). No dia 10 de agosto foram entregues 688 unidades, relativas ao Celinna Jallad 1,2,3 e 4.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions