A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

06/07/2013 17:52

Grupo LGBT quer casa de apoio para abrigar quem for expulso pela família

Mariana Lopes

Grupo de movimentos LGBTT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transsexuais) de Campo Grande quer uma casa de apoio para abrigar pessoas que forem expulsas de casa pela família por preconceito da condição sexual.

Essa é uma das reivindicações que o grupo colocou no papel há três anos e quer novamente entregar ao governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB).

O grupo também quer a criação da Coordenadoria da Diversidade, uma sede para as entidades LGBT, mais apoio para a realização da Parada da Diversidade e que o Estado regulamente o uso do nome social das travestis.

Na pauta, também está o pedido da implantação do Plano LGBTT, que o grupo não considera que tenha sido feita. “O Estado diz que foi implantado, mas não consideramos, porque tinha muito mais pontos para serem colocados que não foram”, alega o secretário do Mescla/MS (Movimento de Estudo de Sexualidade, Cultura, Liberdade e Advismo de MS), Frank Rossatte, 26 anos.

De acordo com Frank, a única solicitação feita em 2010 que foi atendida é a criação do Conselho Estadual da Diversidade, que está funcionando há um mês. “O resto, o governador não atendeu, ele diz que apoia a Parada da Diversidade, mas só conseguimos abertura na primeira edição, mas depois começou a ficar difícil”, pontua.

O grupo elaborou um novo documento e, na semana passada, solicitou uma reunião com o governador para entregar nas mãos dele as reivindicações.



luciano barbosa, tenho um filho e é muito HOMEM, a sua praga não chegará em mim pois sou fiel à Deus e Ele jamais me dará esse desgosto, deve ser a pior coisa do mundo , já que vc é tão bem de vida construa uma mansão para seus amigos coloridos, e que eles sejam felizes, sem precisar que o povo pague a conta, vc pode não ter vergonha mas tenho CERTEZA que alguém da sua família tem vergonha de vc, não adianta me criticar É MEU MODO DE PENSAR. seja feliz . LUIZ CARLOS vc está com toda razão
 
helene da costa andrade em 07/07/2013 13:09:23
Gostaria muito que algum dos filho da Helena fosse homossexual, pois sei que a mesma não iria respeitar a sexualidade e gostaria de ver como ela iria reagir tendo o caso em sua família, Criticar é muito fácil quando não temos contato nem casos próximo. Sou homossexual e não tenho nenhum pouco de vergonha de dizer isso a ninguém, muito pelo contrário, Trabalho numa Empresa de Grande Porte a Nível Nacional, faço parte do Quadro da Gerencia da Empresa, todos sabem sobre a minha Orientação Sexual (a palavra OPÇÃO não se enquadra no caso, pois não tive a oportunidade de escolher ser homossexual), e todos me respeitam assim como respeitam todas as outras pessoas do Quadro de Gerência.
Como a mesma disse acima, é meu modo de pensar.
 
Luciano Barbosa em 07/07/2013 11:47:12
É só o que faltava, nos poupem gente, a população não é obrigada a ajudar coloridos expulsos de casa não , com tantas famílias precisando de ajuda ! tem uma reportagem no LADO B feita pela repórter PAULA no Dom Antonio e Cidade de Deus, onde vivem várias famílias vivendo em péssimas condições , totalmente desumanas crianças sem expectativa de um futuro melhor, sem escola , creche sem alimentação adequada passando frio, quando chove os barracos molham, os pais não tem emprego vivem do lixo , coloquem a mão na consciência, tem LGBT de situação financeira boa, já que querem casa de apoio se unam e se ajudem, já que são tão unidos, o povo não tem obrigação de arcar com essa despesa, o governo faz mais quem paga é a população, me desculpem , é meu modo de pensar .
 
helena da costa andrade em 06/07/2013 19:39:38
Acho a reivindicação justa e possível de ser atendida.. A quantidade de crianças e adolescentes que necessitam deste acolhimento especial é pequena mas, em ambiente comum com os demais, até em virtude da discriminação que os atinge desde os primeiros anos, são alvos de vários tipos de agressões.
 
Roberto Ferreira Filho em 06/07/2013 19:31:32
aff essa palavra opção sexual, ninguém merece......opção é quando vc escolhe algo como comprar uma roupa, morar em algum lugar, a sexualidade, vc não escolhe, e sem escolha então é condição sexual....aprende gente...
 
luiz carlos em 06/07/2013 19:15:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions