A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

23/01/2013 11:28

Guarda municipal que espancou filho pode ser expulso da Corporação

Luciana Brazil
Guarda municipal que espancou filho pode ser expulso da Corporação

O guarda que espancou o filho de 10 anos na última terça-feira (22), no Jardim Vida Nova, poderá ser expulso da corporação, conforme informou na manhã de hoje (23) o comandante da Guarda Municipal, o coronel Jonys Cabrera. Segundo ele, o caso será encaminahdo para a Corregedoria, onde será avaliado.

O coronel disse ainda que a Guarda não foi informada oficialmente sobre o caso, mas assim que isso acontecer, o envolvido será punido e poderá ser expulso.

O comandante reprovou atitude de espancamento e disse que vai contra os princípios da corporação

O guarda foi detido hoje pela manhã suspeito de maus-tratos. A mãe da criança, que é separada do pai, afirmou que o filho já tinha chegado outras vezes com marcas de agressão após passar dias na casa do pai.

O guarda confessou à polícia que bateu no filho e justificou dizendo que foi criado dessa maneira.



Coitado desse pai! Na hora do nervoso ao saber que seu filhinho de apenas 10 anos já esta iniciando no mundo do crime dá umas chineladas no filho, todo mundo quer punir o pai. Quando um garoto mata uma pessoa para roubar 10 reais a sociedade quer culpar quem? Não sei qual seria minha reação se fosse meu filho ! E se fosse o seu?
Acho que o poder publico e a sociedade precisa ajudar esse pai na educação do seu filho e especialmente esse menino, para que ele não seja mais um criminoso no meio da nossa sociedade.
 
Lucimara R. Silverio em 23/01/2013 18:21:21
É isso aí Cel. Jonnys!

Tem que expulsar mesmo, se não tem controle emocional nem para educar o próprio filho que cometeu um pequeno delito! Imagina o que não faria com um cidadão que não é deu se sangue, pego por ele, cometendo qualquer tipo de infração? Justiça pelas próprias mãos???
É, isso aí. Processo disciplinar e expulsão!
Tem que suspender das funções, e, após o devido processo disciplinar, expulsa-lo e, fazer ampla divulgação para que sirva de exemplo.
 
Washington Antenor de Souza Junior em 23/01/2013 17:23:57
a sociedade como pude ver aki em muitos comentario é a favor do guarda ser expulso por tentar corrigir o filho, tudo bem que o guarda passou do limite, ja falaram que ele é um despreparado, mas o guarda nem de serviço estava, um policia militar da CIGCOE, matou um inocente em uma boate, será que ele foi expulso? eu não tive mais noticia do caso. certa vez um outro policia embriagado dirigindo seu carro atropelou e matou um inocente aki na capital será que ele foi preso ou expulso? a PM, muitas vezes chega a uma determinada região a vista uma aglomeração de pessoa e manda todos irem embora, cade o direito de ir e vir.e esse o preparo que esse guarda deveria ter eu pergunto?matar um inicente na boate, dirigir embreagado e abusar de autoridade.com certeza não!vcs os criticam por ele ser guard
 
odilon nascimento da silva em 23/01/2013 16:42:49
o que tem a ver uma coisa com a outra,pra expulsa-lo?acho que deve encaminha-lo para um acompanhamento,saber se esta pessoa esta com algum problema precisando de ajuda devemos procurar uma maneira de ajudar e não tirar o serviço desse homem,acho o fim qndo esse tipo de coisa acontece.vamos ajudar esse ser humano.
 
Elisangela da costa lemes em 23/01/2013 15:23:31
Julgar o pai e falar que ele ta errado é fácil , queria ver se os filhos dos politicamente corretos aí tivessem algum envolvimento com furto , qual seria a atitude deles. A não ser é claro que prefiram que a polícia corrija né.
 
Lucyneide Santos em 23/01/2013 15:22:50
Corrrigir, colocar de castigo é uma coisa...outra é espancar!!Agora convenhamos onde tava o pai que nao vigia uma criança de 10 anos, ao ponto dela se envolver em um roubo??As outras vezes que chegou machucado foi pelo mesmo motivo??Será que já não esta algo errado desde antes?? Qto a conduta precisa ser vista mesmo, se uma pessoa faz isso com o proprio filho, precisa ver nas ruas como ele age com pessoas estranhas!
 
ELISA ZOCAL em 23/01/2013 15:12:48
Sr. Claudinei Braz, tem a ver que se ele faz isso com o próprio filho, imagina com o cidadão na rua !!!!
 
WILSON QUINTANA em 23/01/2013 14:25:19
É o minimo que a guarda muncipal pode fazer é manda-lo pra rua.....pra aprender a ser gente ....se nao tem auto controle com o proprio filho como pode atuar nas ruas com a populaçao.....que a expulsao dele sirva de exemplo aos demais .....
 
ROGERIO CARVALHO em 23/01/2013 14:02:00
O pai perde o emprego, fica sem pagar pensão e dai vai preso. Num efeito cascata, daqui uns tempos, pra sobreviver, o guri vai fazer o que o pai tentou impedir hoje.
 
Hilda França em 23/01/2013 13:49:50
Vi a reportagem na tv, e falaram que ele corrigiu o filho por estar envolvido em um roubo a uma loja do bairro, ele está mto correto, é melhor ele corrigir o filho dessa forma agora do que passar a mão na cabeça como mtos fazem e ele virar um marginal amanhã e ser corrigido pela policia.
Acho que que é injusto ser punido ou expulso da guarda, não tem nada a ver, ele não estava de serviço, estava em ksa e agiu como qualquer pai correto agiria se soubesse uma coisa dessa do filho.
 
Tiano Moraes em 23/01/2013 13:49:25
Senhor Claudinei Braz, se o Garda fez isso com seu própio filho,imagina o que ele vai fazer com o seu (filho) ao ser abordado na rua. Pois como se sabe, vão até poder usar armas. Rondas e prisão em flagrante podem.
 
Amilton Almeida em 23/01/2013 13:44:21
SE FAZ ASSIM COM O FILHO, IMAGINA O QUE FAZ COM O POVO NA CALADA DA NOITE. UMA PESSOA COM ESSE DESVIO DE CONDUTA JAMAIS PODE EXERCER UM CARGO DESSES!!!!!
 
Milton Martins em 23/01/2013 13:14:45
longe de mim ser a favor de espancamento de crianças,mas ninguem pode julgar o pai por ele estar corrigindo o filho por ter feito um furto,é assim que começa no mundo da marginalidade,começa com essas coisinhas poucas e depois,a mexer com drogas,matando pessoas inocentes,etc...é melhor ele apanhar do pai agora,do que da policia ou ate mesmo de marginais mais tarde!!agora o pai de familia tem que ser condenado jungado por querer fazer de seu filho um homem......
 
gleidson souza em 23/01/2013 13:06:18
Pelo fato de se ele faz isso com o proprio filho imagine o que ele não fara com outros.
 
Juarez Delmondes em 23/01/2013 12:44:10
Essa mae...disse q o filho já havia chegado outras vezes da casa do pai com sinais de espancamentos e a sra nada fez pelo seu filho???que amor pelo filho hein
 
Adriana Rosa em 23/01/2013 12:31:57
comandante com todo respeito, o senhor esta se equivocando, a policia militar foi la no lixão e mandou bala de borracha nos trabalhadores, e os deputados e a OAB fizeram um reboliço e nada foi feito, mas se fosse a guarda municipal ter tomado aquela atitude a midia a sociedade os politicos estariam ate hoje perseguindo a guarda municipal, na verdade esses guardas estão só pois não tem ninguem que lute pela categoria e que a respeite, esse funcionarios são desprezados por funcionarios publicos e ate desacatados e que acham que mandam nos guardas, mas expulsar esse guarda por estar tentando educar o filho, então o guarda pode apanhar de alunos de escola que peitão os guardam?e se o guarda repreender o aluno pode ser expulso? é isso. então guarda pode apanhar fardado no cumplimento do dever?
 
odilon nascimento da silva em 23/01/2013 12:30:28
Acho demasiado exagerado pensar em perda de emprego. Qdo era pequeno se aparecesse com algo que nao era meu em casa. Levava corretivo. E nunca reclamei pois sabia que meus pais estavam corretos. Agora a sociedade faz uma inversão de valores e não percebe. Se o pai exagerou deve-se conversar com ele. Mas tem que se apurar se houve o furto da bola mesmo. E a mãe que é tão preocupada deveria pensar direito nesta denuncia. Acho que nenhum pai bate em filho por que acha bonito. Pensa em corrigir o filho esta é a intençao dele. Vamos pensar direito no exagero que estão fazendo. Aprendi muitos conceitos com estes corretivos que levei. O que é dos outros não se deve pegar. Nunca cheguei com nada em casa que não fosse meu. Minha mãe verificava minha mochila de escola todo dia. E não me ofendia.
 
marcos da silva em 23/01/2013 12:27:12
claudinei

se ele espanca o filho dele desta forma, o que ele faria com outra pessoa ou com alguém da sua familia????? além do mais ele está confundindo educar com espancar e se ele foi corrigido desta forma só lamento pela ignorancia dos pais dele!!!!!!
 
idevaldo de jesus em 23/01/2013 12:15:52
Muita coisa sr.claudinei braz ... se ele é assim dentro de casa lidando com um filho onde há laços de amor imagina fora onde pode usar da sua posição e dar uma surra pior no seu filho ou até mesmo no senhor, pessoas que usam de agressão para intimidar outro principalmente crianças que são muito mais vulnerável, tem de ser sim responder processo em esfera criminal, daqui a pouco ele mata ou deixa sequelas e ai fica por isso mesmo e o menor que vai levar o trauma de ser espancado pelo "pai", francamente deve passar por um acompanhamento psicolígico e havendo indicios de doença tratado, mas que deve ter uma punição pra aprender que violência não é o caminho pra educação, com certeza
 
sandra lima em 23/01/2013 12:09:19
Eu, particularmente, sou contra bater em criança, pois acaba-se perdendo a dosagem, e o sentimento do momento, acaba por exagerar as palmadas. Se ja tento conversar, ja disciplinou e só resta bater, nao batam onde tem órgãos vitais...isso é colocar a vida da criança em risco, e perder o maior bem. Acho um exagero prender ou desempregar o pai, recomendem um tratamento, ajudem esse pai a saber disciplinar.
 
Vanessa Guimaraes em 23/01/2013 12:05:25
o que tem a correção no filho com o seu serviço?
 
claudinei braz em 23/01/2013 11:57:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions