A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

05/04/2018 09:59

Homem que manteve ex em cárcere tem prisão preventiva decretada

Ailton não aceita fim do relacionamento de 21 anos e o Bope teve que intervir com uso de bala de borracha para liberar ex-mulher

Bruna Kaspary
Caso foi registrado na Deam, na Casa da Mulher Brasileira, onde aconteceu também a audiência de custódia (Foto: Saul Schramm)Caso foi registrado na Deam, na Casa da Mulher Brasileira, onde aconteceu também a audiência de custódia (Foto: Saul Schramm)

Foi decretada na tarde de ontem (4) a prisão preventiva de Ailton Kimio Miyaki, 51 anos, que manteve a ex-mulher em cárcere privado no Conjunto Residencial Nascente do Segredo, em Campo Grande. A decisão foi tomada pela juíza da 3ª vara da Violência Doméstica, Jaqueline Machado.

Como a mulher pediu medida protetiva contra o ex-marido, que não aceita o fim do relacionamento e se recusa a sair da casa onde os dois moravam, a juíza manteve a prisão de Ailton, que passou de flagrante para preventiva. Ele foi encaminhado ao Instituto Penal de Campo Grande.

Ailton, que trancou a ex-esposa dentro da casa que o casal morava e impediu que ela saísse de casa, foi preso depois que o Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) teve que intervir com uso de balas de borrachas para conseguir liberar a mulher.

Durante o cárcere, o homem alegou que teria ingerido veneno de rato e se armou com uma faca, partindo em direção da vítima. Mesmo após ela convencê-lo a soltar a arma, ele não permitiu que a mulher saísse de casa.

Por supostamente ter ingerido o veneno para ratos, ele foi encaminhado para uma unidade de saúde, e em seguida para a delegacia. Ailton não tinha passagens pela polícia, mas era usuário de drogas e estava desempregado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions