A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

08/09/2017 19:32

Incêndio em vegetação assusta moradores e mobiliza bombeiros

Pelo menos quatro viaturas dos bombeiros estão no local

Guilherme Henri
Bombeiros tentando apagar as chamas em vegetação na Vila Albuquerque (Foto: Direto das Ruas)Bombeiros tentando apagar as chamas em vegetação na Vila Albuquerque (Foto: Direto das Ruas)

Incêndio de grande proporção em uma vegetação assustou moradores e mobilizou ao menos quatro viaturas do Corpo de Bombeiros, na noite desta sexta-feira, próximo a faculdade Anhanguera, no bairro Vila Albuquerque, em Campo Grande.

Segundo moradores, por meio do canal “Direto das Ruas”, as chamas estão muito altas e além da mata também atingiram alguns containers que ficam na área, e a princípio seriam da concessionária Águas Guariroba.

Os bombeiros tentam neste momento extinguir as chamas, com a ajuda de uma viatura tanque e abafadores. Cerca de oito militares estão no combate ao fogo.

O Campo Grande News tentou contato, porém devido ao atendimento os militares não atenderam as ligações da reportagem.

Segundo moradores, fogo estava está muito alto (Foto: Direto das Ruas)Segundo moradores, fogo estava está muito alto (Foto: Direto das Ruas)

Incêndio – Somente hoje, a reportagem acompanhou outros dois incêndios na Capital. Um deles destruiu um depósito, de uma residência no Bairro Jardim América. Na ocorrência, um idoso de 70 anos sofreu queimaduras em um dos braços e precisou ser levado a uma unidade de saúde.

Horas depois, princípio de incêndio em um caminhão carregado de papel mobilizou o Corpo de Bombeiros, no anel viário, na saída para São Paulo. O veículo foi estacionado às pressas pelo motorista e os bombeiros usaram cerca de 1.500 litros de água para apagar as chamas.

Números - Na primeira semana de setembro, Mato Grosso do Sul teve 536 queimadas contabilizadas pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). O mês já é o terceiro com maior quantidade de incêndios em vegetação do ano, perdendo apenas para seus antecessores agosto (1.488) e julho (1.050).

Militares tentam apagar fogo com caminhão tanque e abafadores (Foto: Direto das Ruas)Militares tentam apagar fogo com caminhão tanque e abafadores (Foto: Direto das Ruas)

O período marcado pelo fim do inverno e início da primavera é considerado crítico para esse tipo de incidente, tanto que a média histórica é de 1.573 focos.

No acumulado do ano, o estado já teve 34% mais queimadas que o registrado entre os dias 1° de janeiro e 7 de setembro de 2016, com 4.079 incidentes. O estado caiu para o oitavo lugar no ranking nacional de focos de incêndio em vegetação, atrás de Minas Gerais (4.623), Rondônia (7.584), Maranhão (9.849), Tocantins (9.938), Amazonas (9.968), Mato Grosso (19.295) e Pará (24.239).

Alunos de escola estadual plantarão 50 mudas de Ipês nesta quinta-feira
Comemorado nesta quinta-feira (21), o Dia da Árvore será marcado pelo plantio de 50 mudas de Ipês por cerca de 200 alunos da Escola Estadual, no Conj...
Caminhoneiros poderão fazer "check up" de graça amanhã na BR-163
Caminhoneiros que trafegarem pela BR-163, em Campo Grande poderão fazer um check up para saber como anda a sua saúde, gratuitamente, nesta quinta-fei...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions