A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

02/09/2015 12:35

Indígenas pedirão a ministro celeridade no pagamento de indenização a produtores

Flávia Lima e Leonardo Rocha
Silvana Terena diz que seu objetivo é intermediar a conversa entre o governo e lideranças indígenas. (Foto:Fernando Antunes) Silvana Terena diz que seu objetivo é intermediar a conversa entre o governo e lideranças indígenas. (Foto:Fernando Antunes)

Em reunião marcada para ocorrer às 13 horas entre o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, que está em Campo Grande nesta quarta-feira (2), as lideranças indígenas irão reivindicar celeridade no pagamento das indenizações aos produtores rurais referente às terras ocupadas atualmente por indígenas.

Segundo a sub-secretária de Políticas Indígenas de Mato Grosso do Sul, Silvana Terena, além do ressarcimento aos fazendeiros, as lideranças querem uma investigação completa sobre a morte do índio Simeão, morto no sábado (29), próximo a sede da fazenda Fronteira, em Antônio João, região de conflito entre indígenas e produtores rurais.

"Até hoje também não sabemos de onde partiu a bala que matou o índio Oziel, na fazenda Buriti", disse a sub-secretária, referindo-se a um conflito ocorrido em 2013, na região de Sidrolândia.

Silvana Terena ressaltou que enviou convite a vários caciques que estão na região de Antônio João e que o objetivo é apaziguar o clima tenso que perdura no local desde a semana passada.

A sub-secretária, que esteve no local, afirmou que os indígenas não estão destruindo maquinários nem roubando gado dos produtores. "Os índios não querem nada que não seja deles, por isso pedimos que os produtores retirem os animais na presença de órgãos como a Funai e não façam à noite para não correr o risco de acusar os índios de roubo", afirma.

 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions