A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

03/11/2017 12:28

Jovem pede socorro para bombeiros e se joga da cachoeira do Inferninho

Quando a equipe de salvamento chegou ao local, a mulher pulou e morreu com a queda

Geisy Garnes e Mirian Machado
Vítima pulou de uma altura de 28 metros e não resistiu (Foto: Marcos Ermínio) Vítima pulou de uma altura de 28 metros e não resistiu (Foto: Marcos Ermínio)

Uma jovem de 18 anos morreu após pular da Cachoeira do Inferninho na manhã desta sexta-feira (3), em Campo Grande. A vítima ligou para o Corpo de Bombeiros para pedir por socorro, mas no momento em que os militares chegaram ao local, ela caiu de uma altura de aproximadamente 28 metros.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima ligou para o Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança) e relatou que uma jovem tentava se jogar da Cachoeira do Inferninho.

Se identificando como Aline, ela passou todas as características da possível vítima, explicou que estava em um Onix branco e que iria esperar os militares ali, para mostrar o local exato em que viu a mulher. No exato momento em que os bombeiros chegaram, a jovem se jogou da cachoeira.

Onix branco que pertenceria a vítima também passará por perícia (Foto: Marcos Erminío) Onix branco que pertenceria a vítima também passará por perícia (Foto: Marcos Erminío)

Para a reportagem, os militares explicaram que todos as características repassadas por Aline descreviam ela própria. “Não tivemos nem tempo de falar com ela”, contou um dos militares. O corpo da vítima parou em uma pedra, no fim da queda d’água e ela não resistiu aos ferimentos. Ainda assim uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionada para constatar a morte.

No local, um grupo de pessoas praticava rapel na cachoeira e presenciou a queda. “Ela pegou impulso, deu uns três passos para trás, correu e pulou”, contou um homem de 49 anos que dava assistência ao grupo. Ele estava acompanhado dos dois filhos e relatou que todos ficaram chocados com a cena.

A perícia foi chamada e todo o local foi isolado pelo Corpo de Bombeiros e pela Polícia Militar, assim como o Onix que supostamente pertencia a vítima. A jovem foi identificada e a família informada sobre a morte. A pedido dos parentes, o nome dela não foi divulgado a imprensa. 

Prevenção - O CVV funciona como um canal de prevenção ao suicídio, . Pessoas que pensam em tirar a própria vida podem fazer contato pelo telefone, pelo número 141, e-mail ou Skype, e até pessoalmente. Os voluntários estão dispostos a ouvir e o sigilo é garantido.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions