A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

04/09/2018 14:35

Jovem que confessou morte de gerente está sendo monitorado por tornozeleira

Liniker Ribeiro
Bombeiro deixa local onde corpo de gerente foi localizado na manhã da última segunda-feira (Foto: Saul Schramm)Bombeiro deixa local onde corpo de gerente foi localizado na manhã da última segunda-feira (Foto: Saul Schramm)

Lucas dos Santos Mesquita, 18 anos, já está sendo monitorado pela Justiça por meio de tornozeleira eletrônica. O jovem confessou ter matado a facadas o gerente comercial José Rodrigo Chaves dos Santos, 35 anos, encontrado morto no dia 6 de agosto em um apartamento na Rua Bahia, no Bairro Monte Castelo, em Campo Grande.

Segundo apurado pelo Campo Grande News, o equipamento foi colocado na manhã desta quarta-feira (4) e, conforme decisão do juiz Carlos Alberto Garcete de Almeida, será monitorado pelo prazo de seis meses, ou até que haja uma nova decisão.

A conversão da prisão preventiva em liberdade foi concedida pois o acusado possui “residência fixa, trabalho lícito e não tem antecedentes criminais”, pontuou o juiz da 1ª Vara do Tribunal do Juri.

O crime - José Rodrigo foi assassinado com pelo menos dez facadas. Todos os ferimentos foram no peitoral da vítima e um deles na costas.À polícia o jovem contou que conheceu a vítima em uma tabacaria, e em seguida foram para o apartamento e lá houve a discussão. Ele alegou à polícia que José Rodrigo queria manter relações sexuais com ele e que, diante de uma negativa, acabou ocorrendo a briga.

Lucas, conforme a delegada, também teria ficado ferido e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para a Santa Casa. Depois que o corpo foi achado, na manhã do dia 6, os investigadores descobriram que alguém ferido havia sido socorrido naquela região e localizaram o rapaz. Ele seria dependente químico.Na Santa Casa Lucas confessou o crime e foi preso.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions