A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

28/07/2014 10:10

Jovem vítima da “maior onda de homicídios” em julho seria pai dia 3

Renan Nucci e Edivaldo Bitencourt
Casa onde rapaz foi morto pelo ex da atual namorada. (Foto: Marcos Ermínio)Casa onde rapaz foi morto pelo ex da atual namorada. (Foto: Marcos Ermínio)

O último final de semana foi marcado pela violência em Campo Grande. Ao todo, cinco pessoas foram assassinadas, entre elas o mecânico João Carlos Chaves dos Santos, 27 anos, que estava prestes a se tornar pai. Ele foi vítima da maior onda de assassinatos registrada na Capital em julho, o mês mais violento desde 2010, considerando-se os números disponíveis pela Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública). 

Durante velório na manhã desta segunda-feira (28), familiares que preferiram não se identificar afirmaram que a esposa da vítima está com cirurgia cesariana agendada, para o dia 3 de agosto. O bebê é uma menina e será o primeiro filho do casal que vivia junto há pouco mais de um ano.

De acordo com amigos, João Carlos era uma pessoa tranquila e estava passando por um momento feliz, já que além da filha prestes a vir ao mundo, havia acabado de comprar um carro. Eles ainda não compreenderam o que aconteceu com o amigo, e reforçaram que ele, até onde sabem, não possuía rixas com outras pessoas e não vinha recebendo recebia ameaças.

João Carlos morreu após ser baleado na tarde de ontem (27), no Jardim Santa Emília, na Capital. Segundo registro policial, a mãe foi avisada por amigos que ele havia sido atingido por tiros. Ele foi socorrido e levado para o Hospital Regional, onde acabou morrendo. A polícia aponta como suspeito um rapaz de 18 anos que não foi preso até o momento. Caso é investigado.

Jovem foi encontrado morto aos fundos de bar no Tijuca. (Foto: Marcos Ermínio)Jovem foi encontrado morto aos fundos de bar no Tijuca. (Foto: Marcos Ermínio)

Mais mortes - Na noite de sábado (26), Leo Valdez de Souza, 31 anos, foi executado em um bar na Rua Afro Puga, no Conjunto Residencial Mata do Jacinto. Ele foi alvejado por disparos efetuados por um dos dois ocupantes de um veículo Ford Courier que se aproximava. Valdez foi levado a uma unidade de saúde da região, mas morreu.

Na mesma noite, Juliano Mendes de Moura, 29 anos, foi morto a facadas pelo ex-namorado de sua atual companheira. O crime aconteceu na Rua da Saudade, no bairro Tiradentes. Segundo testemunhas, o autor, preso pela Polícia Militar, é ciumento e sempre ameaçava matar a mulher caso ela não se separasse de Juliano.

Já na manhã de domingo, Thiago da Silva, de 19 anos, foi encontrado morto em um bar na Rua Bororó, no bairro Tijuca, região Sul de Campo Grande. De acordo com a Polícia Militar, o corpo estava nos fundos de um bar e foi encontrado por volta das 5h pelo proprietário do estabelecimento, após moradores da região ouvirem disparos de arma de fogo. A polícia investiga o caso.

Mais tarde, no mesmo dia, Adair José Gonçalves Batista, 21 anos, morreu enquanto passava por cirurgia na Santa Casa. Momentos antes, ele havia sido baleado por um homem que estava na garupa de uma moto, no Jardim Montevideu. Ele estava com a mulher na Rua Panonia, quando foi surpreendido por dois indivíduos em uma Honda Bros. O autor, possivelmente um rapaz de 18 anos, efetuou os disparos fatais, atingido a vítima no abdômen. 

Número de homicídios – Segundo dados da Sejusp, o mês de julho de 2014 é o mais violento desde 2010. Com estes cinco casos registrados no último final de semana, a taxa de mortes sobe chega a 13. É o maior número para o mês. Foram 11 em 2010, 12 em 2011, 10 em 2012 e apenas seis no ano passado.. 

No ano, segundo a secretaria, o número de homicídios dolosos na Capital teve aumento de 25%, oscilando de 60, de 1º de janeiro a 28 de julho do ano passado, para 75 no mesmo período deste ano. Em relação a 2012, quando foram 73 assassinatos na cidade, houve aumento de 2,73%. 

Após ser baleado no Santa Emília, jovem de 27 anos morre no hospital
Aos 27 anos, João Carlos Chaves dos Santos morreu após ser baleado na tarde de ontem (27), no Jardim Santa Emília em Campo Grande. O jovem chegou a s...
Jovem de 21 anos baleado por garupa de moto morre na Santa Casa
Baleado ontem (27), Adair José Gonçalves Batista, 21 anos, morreu no fim da tarde enquanto passava por cirurgia na Santa Casa da Capital. O jovem foi...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions