A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

12/09/2014 14:46

Líder de gangue é condenado a 20 anos por vingar morte de primo em 2008

Edivaldo Bitencourt

Só seis anos após o assassinato de um adolescente para vingar a morte de um primo, a Justiça condenou, nesta sexta-feira, um dos integrantes da gangue do Bairro Parque do Sol, na saída para Sidrolândia, a 20 anos de prisão.

A guerra entre gangues já acabou com a vida de muitos jovens na região que engloba ainda os bairros Dom Antônio Barbosa e Lajeado. No entanto, somente nesta sexta-feira, seis anos após o assassinato de Lucas Veríssimo Valadares, 15 anos, ocorrido às 9h30 do dia 7 de outubro de 2008, o acusado pelo crime, Adenilson Garcia de Arruda, 29 anos, foi a júri popular.

O MPE (Ministério Público Estadual) o denunciou pelos crimes de homicídio doloso, motivo torpe e por ter dificultado a defesa da vítima. Conforme a denúncia, Adenílson vingou a morte do primo, Alexandro Barcelos do Carmo. Ele matou Lucas porque suspeitava que ele tinha matado o primo.

O júri popular aconteceu na manhã de hoje na 2ª Vara do Tribunal do Júri e foi presidido pelo juiz Valter Tadeu Carvalho, que não permitiu acesso da imprensa ao julgamento.

Na sentença, o magistrado citou que Adenilson fazia parte da gangue do bairro e tinha maus antecedentes, como condenação em 2007 por porte ilegal de armas e em 2008, por tráfico de drogas.

A Defensoria Pública pediu pela negativa de autoria, insufiência de provas e desqualificou os agravantes do crime.

Jovem foi morto em briga de gangues que já dura 7 anos
Luciano Ferreira de Jesus, de 18 anos, conhecido como "Tchola" foi mais uma vítima de rixa entre gangues dos bairros Parque do Sol e Dom Antônio Barb...
Adolescente morre com 3 tiros na cabeça no Parque do Sol
O adolescente Lucas Valadares, de 15 anos, morreu na manhã de hoje com três tiros na cabeça.De acordo com o Samu (Serviço de Atendimento Médico de Ur...


Não preciso dizer que por esse crime ele não ficará preso por 20 anos. Enquanto o homicídio e outros crimes for tratado assim o cara vai considerar o lucro que é o crime e a pena. O morto não vai ressuscitar, mas o assassino tem sua chance de ficar solto.
 
Adriano Magalhães em 12/09/2014 16:11:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions