A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

02/10/2012 14:18

Ligações são peça-chave em inquérito sobre morte no Sóter

Elverson Cardozo e Paula Maciulevicius
Principais suspeitos do crime chegam a delegacia para pretarem depoimento. (Foto: Rodrigo Pazinato)Principais suspeitos do crime chegam a delegacia para pretarem depoimento. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Ligações telefônicas realizadas por Waldemir Belarmino da Silva, de 32 anos, se tornaram peças-chave na investigação policial que tenta desvendar o mistério de seu assassinato no último domingo (30), no Parque do Sóter, em Campo Grande.

Na manhã desta terça-feira (2), os dois principais suspeitos do crime, Emerson Correa, de 26 anos e Lúcio Flávio Mendes dos Santos, de 24 anos, foram ouvidos no 3º DP e informaram à polícia que na noite do crime recebeu ligações da vítima.

Para Lucio, Waldemir teria pedindo uma arma, já que ele tem passagem por porte ilegal. Para Emerson, a vítima ligou dizendo que estava sofrendo ameaças. Além dessas ligações, Waldemir, segundo a polícia, teria conversado, por telefone, com mais duas pessoas, que estão sendo investigadas.

As ligações ocorrem por volta das 21h30. Vinte e dois minutos depois, Waldemir Belarmino foi assassinado.

O delegado que investiga o caso, Márcio Custódio, afirmou que os registros das ligações encontradas no celular da vítima serão fundamentais para a investigação. “Nós vamos checar e, apesar deles dizerem que não eram amigos, constava os nomes deles na agenda”, disse, se referindo a Lúcio e Emerson.

Depoimentos - De acordo com a polícia, durante depoimentos, os suspeitos apresentam álibis e afirmaram que não estiveram no Parque do Sóter, mas há testemunhas do crime que confirmam ter visto os carros deles no local – um Celta prata, que seria do Emerson e um Uno de cor escura, o carro de Lúcio.

“Agora as investigações estão sendo intensificadas para ver se procede e há afirmações, denúncias de que eles seriam os autores”, explicou.

O advogado de defesa dos suspeitos, Marcos Ivan, declarou que seus clientes estavam sofrendo ameaças. Márcio Custódio disse não ter conhecimento desse fato e informou que vai checar a situação com familiares deles.

Delegado que investiga o caso, Márcio Custódio, do 3º DP. (Foto: Rodrigo Pazinato)Delegado que investiga o caso, Márcio Custódio, do 3º DP. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Emerson, o primeiro a ser ouvido, disse que estava trabalhando no domingo à noite, na hora do crime, mas, questionado, se atrapalhou e não soube responder em que horário Waldemir Belarmino foi assassinado.

“Ele tinha um álibi pronto. Ele trabalha com porteiro em um prédio no centro da cidade. A polícia vai solicitar as imagens para comprovar se ele estava realmente trabalhando”, destacou o delegado.

Segundo Márcio Custódio, há informações de que Emerson seria receptador de jóias roubadas, mas essa situação ainda está sendo apurada. A polícia prossegue colhendo depoimentos de testemunhas e familiares para traçar o perfil dos envolvidos.

Crime - Waldemir Belarmino da Silva foi morto na noite do último domingo (30), no estacionamento do Parque do Sóter, em Campo Grande. Quando a PM (Polícia Militar) chegou, ele estava caído ao lado do carro que dirigia, um Golf vermelho, que era de um amigo. 

“Eu trabalho com a hipótese que a vítima marcou um encontro com alguém conhecido, mas foi pego de surpresas para um acerto de contas”, destacou o delegado.

Informações fornecidas à polícia apontam que antes do crime, por volta das 19h, a vítima já havia se encontrado com alguém – possivelmente uma mulher - no mesmo local. Ele teria ido embora e retornado mais tarde.

Às 21h52, Waldemir foi assassinado. Dos 11 tiros que levou, 7 deles foram nas costas.

Suspeitos de matar homem a tiros no Parque do Sóter negam crime
Dois rapazes suspeitos de matar a tiros Waldemir Belarmino da Silva, de 32 anos, no último domingo (30) no Parque do Sóter, em Campo Grande, se apres...
Porteiro viu homens em carro atirarem em rapaz no Parque do Sóter
Um porteiro presenciou o momento em que Valdenir Belarmino, 32 anos, foi assassinado no estacionamento do Parque do Sóter, aem Campo Grande, na noite...
Homem é executado com 11 tiros no estacionamento do Parque do Sóter
Um homem de 32 anos foi morto na noite deste domingo, com 11 disparos. Valdenir Belarmino, estava caído ao lado do carro que dirigia, um Golf vermelh...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions