A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

06/12/2012 16:03

Loja destruída por incêndio não tinha alvará dos bombeiros

Viviane Oliveira, Paula Maciulevicius e Helton Verão
A loja, que não tinha alvará dos bombeiros, ficou destruída. (Foto: Simão Nogueira)A loja, que não tinha alvará dos bombeiros, ficou destruída. (Foto: Simão Nogueira)
Funcionários ficam emocionados diante do incêndio na loja Paulistão (Foto: Luciano Muta)Funcionários ficam emocionados diante do incêndio na loja Paulistão (Foto: Luciano Muta)

A loja Paulistão, atingida por um incêndio na manhã desta quinta-feira, em Campo Grande, não tinha certificado anual de vistoria do Corpo de Bombeiros. A informação é do tenente-coronel Francimar Vieira da Costa, do Corpo de Bombeiros.

O incêndio começou por volta das 7h e foram necessárias 3 horas para que fosse controlado. A fumaça ficou tão alta que foi vista do outro lado da cidade, vizinhos tiveram de deixar os imóveis, 300 clientes da Enersul ficaram sem energia e o trânsito ficou tumultuado. O terminal de ônibus localizado próximo a loja chegou a ficar interditado.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o único documento relacionado à segurança que a loja tem é um certificado de Projeto de Prevenção a Incêndio e Pânico. “Porém, a vistoria que é feita anualmente pelo Corpo de Bombeiros a loja não tinha”, disse.

A Defesa Civil convocou engenheiros para avaliar a situação do prédio, que ficou destruído pelo fogo. A estrutura abrigava estoque de materiais plásticos, de papel e madeira, que são inflamáveis. O telhado desabou e as paredes ficaram com rachaduras.

Ainda conforme o tenente, no total foram usados 200 mil litros de água para combater totalmente as chamas. Durante a tarde, foi feito o serviço de rescaldo, para verificar se o fogo foi contido em todas as partes. “A expectativa é que gaste mais 200 mil com o trabalho de rescaldo e de resfriamento do que pegou fogo”, explica.

Por medida de segurança e para facilitar o trabalho dos bombeiros, a avenida Costa e Silva continua interditada no sentido Morenão/Atacadão. Agentes da Agetran (Agência Municipal de Trânsito) estão no local orientando os motoristas. A energia também está suspensa no quadrilátero do estabelecimento.

Fumaça de incêndio foi vista de longe em Campo Grande. (Foto: Rodrigo Pazinato)Fumaça de incêndio foi vista de longe em Campo Grande. (Foto: Rodrigo Pazinato)

“Restabelecemos a energia na região, porém por segurança e a pedido dos militares na quadra que corresponde à loja continua com o serviço interrompido e não tem previsão para voltar”, disse o gerente de manutenção e construção da Enersul, Ercílio Diniz Flores.

Transtorno - Toda a região ficou tomada por uma fumaça acinzentada que atrapalhava a visibilidade dos motoristas e causava incomodo nas pessoas. Dificuldade para respirar e olhos ardendo eram alguns dos sintomas causados pelas labaredas.

Vizinho da loja, o representante comercial Oswaldo Santa Terra, de 30 anos, disse que as janelas da empresa estavam abertas para ventilar o local. “Além de nós ficarmos sem energia, o cheiro da fumaça estava insuportável”, reclama.

Para o motorista, Leonardo Ferreira, 36 anos, a fumaça era tanta que mesmo longe do local era possível ver e sentir a fumaça.



Somente agora os bombeiros viram que não tinha alvará?? a loja fica em frente praticamente e eles nem lembraram de fazer uma vistoria antes?? A incompetência é total nos orgãos que defendem o povo. |Não tem médicos nos postos, nao tem caminhões com água para apagar fogo.......... país das banadas mesmoooooooooooooooooooooooooo
 
Ana Sousa em 07/12/2012 21:41:22
maravilha que belo comentário.
 
silas de oliveira souza em 07/12/2012 10:21:39
parabens campo grande news, o unico que deu enfase no caso!
 
maury nunes em 07/12/2012 10:04:24
agora a culpa da loja ter queimado até virar carvão é o alvara???
fala serio ein, com um Batalhão do lado da loja os bombeiros não fizeram nada, imagina se fosse mais longe, olha só Deus mesmo pra evitar uma tragédia, quem viu os videos se horrorrizou com a falta de capacidade dos bombeiros, uma escada que nem alcançava o telhado da loja, e uma mangueira que mais parecia de jardim, se não fosse o caminhão pipa da aguas chegar pra acudir os bombeiros teria pegado fogo o quarteirão todo, isto é fato!
 
maury nunes em 07/12/2012 10:02:34
ja ta na hora de botar os pm´s bombeiros pra vistoriar todas as lojas desta cidade, vão deixar acontecer de novo
em época de carnaval eles vão vistoriar clubes pra ver se tem segurança, ora, vão trabalhar camaradas.
 
henrique de oliveira em 07/12/2012 09:48:12
caso seja verdade de que não tinha alvara do bombeiros, vejo que quem tem tambem que ser penalizado é o corpode bombeiros que não fez o seu dever de casa o que seria a fiscalização de predios, fica a dica.
 
vidal da silva em 07/12/2012 08:27:32
Cade a fiscalização? Cade o controle dos orgãos responsáveis? Está vencido cade o fiscal?
 
Dalto Donizete Pereira em 07/12/2012 08:12:40
é por isso que é muito importante ter tecnico de segurança do trabalho uma loja desse tamanho e não tem neum resposavel para fazer um mapa de risco e nem avaliar esses pontos .
 
josiel Romeiro de Oliveira em 07/12/2012 03:01:21
Hummm, um estabelecimento comercial de porte médio a grande, situado na mesma avenida onde fica uma unidade do corpo de bombeiros, funcionando sem a alvará dos bombeiros??????? E se morrese um funcionário???? um cliente????
 
eduardo de souza neto em 06/12/2012 23:43:46
Diante de uma tragédia deste porte este cidadão, alias este infeliz tem a capacidade de reclamar do cheiro e da falta de luz. Queria ver se fosse na casa dele ou na empresa que ele trabalha. O ser humano é mesmo lamentável. Ninguem se importa com o sofrimento alheio.
 
Tatiele Vilalva em 06/12/2012 22:51:39
Que coisa! É a segunda vez que a empresa pega fogo e somente agora que o corpo de bombeiro descobriu que a mesma não possui licença,esta irregular na documentação.Apagar o incendio que é bom CB não fez,faltou agua,pressão nas mangueiras, o descontrole na escada magirus quase causa outra tragedia e por pouco nao matou dois bravos bombeiros.Se houver um grande incendio no centro da cidade,no predio do SPC,tamôs lascados! Mas o que mesmo agradou na materia foi a foto de capa,captada por Rodrigo de frente aos correios na Calógeras.
 
samuel gomes-campo grande-ms em 06/12/2012 21:08:20
incrivel! se fosse uma loja qualquer não funcionaria sem todas as normas de segurança mas infeslismente,na vida real não é assim,pois quando se tem dinheiro as coisas se ageitão,sendo q o bombeiro sempre esteve a alguns metros de distancia da loja então não se justifica a não,fiscalizaçao do local.vamos fazer aquilo q tem q ser feito meus caros bombeiros!
 
renato ribeiro em 06/12/2012 18:50:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions