A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

02/11/2015 09:54

Mais de 20 mil pessoas são esperadas nos cemitérios públicos hoje

Priscilla Peres e Thiago de Sousa
Dezenas de pessoas se reúnem em missa na entrada do cemitério Santo Antônio. (Foto: Marcos Ermínio)Dezenas de pessoas se reúnem em missa na entrada do cemitério Santo Antônio. (Foto: Marcos Ermínio)

Mais de 20 mil pessoas devem passar pelos três cemitérios municipais de Campo Grande nesta segunda-feira (2), Dia de Finados. O movimento começou por volta das 6h e deve ser intenso durante todo o dia, até às 18h. Os locais ainda recebem vários comerciantes e missas.

No cemitério Santo Amaro, no bairro de mesmo nome, as visitas começaram às 6h e a previsão é que ao longo do dia, 10 mil pessoas passem pelo local, segundo a administração. No cemitério Santo Antônio, na Vila Santa Dorotéia, são esperadas 5 mil pessoas e no São Sebastião (Cruzeiro) a previsão é que passem outros 5 mil visitantes.

Desde sexta-feira (30/10), fiscais da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) acompanham a atuação de vendedores ambulantes nas imediações dos cemitérios públicos. O objetivo é orientar os comerciantes e pedir para que não atrapalhem a movimentação dos visitantes.

Visitas - No cemitério Santo Antônio acontecem missas para recepcionar os visitantes. Na entrada também permanecem vários fiéis testemunhas de jeová, que distribuem panfletos e conversam com as pessoas.

A aposentada Inês Fernandes dos Santos, 67, disse que tem por costume ir todos os domingos ao cemitério, pois lá estão enterrados seus pais, avós e irmã. "Passe o tempo que passar a saudade e o amor nunca vão acabar". Ela ainda elogiou a conservação e limpeza do local.

Já Ruth Neves, disse que é evangélica, mas todos os anos vai ao cemitério visitar seu irmã que morreu em 1950 aos dois anos. "Independente da religião, venho todos os anos para cuidar da integridade do túmulo e limpeza".

Ambulantes vendem velas e arranjo de flores na entrada dos cemitérios. (Foto: Marcos Ermínio)Ambulantes vendem velas e arranjo de flores na entrada dos cemitérios. (Foto: Marcos Ermínio)

Comércio - No Santo Antônio são poucas as barracas de comerciantes, que vendem velas e arranjo de flores. A costureira Maria Eli Borges, 61, está no local para vender velas e conta que até às 8h30 o movimento era fraco, mas ela espera que melhore ao longo do dia.

Ela vende a vela n°5 a R$ 4, e conta no mercado ela custa entre R$ 6,80 e R$ 7. "A gente procura vender mais barato para incentivar as pessoas a comprar", conta ela que ficará no local até às 18h.

De acordo com a prefeitura, no Cemitério Santo Amaro estão sepultadas 41 mil pessoas; no Santo Antônio existem 13.996 sepultados e no São Sebastião outros 27 mil.

No Santo Antonio movimento é intenso. (Foto: Simão Nogueira)No Santo Antonio movimento é intenso. (Foto: Simão Nogueira)
Aposentada Inês conta que tem o costume de ir todos os domingos no cemitério. (Foto: Simão Nogueira)Aposentada Inês conta que tem o costume de ir todos os domingos no cemitério. (Foto: Simão Nogueira)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions