A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

14/02/2012 08:42

Mais um caixa eletrônico vira alvo de bandidos em Campo Grande

Ana Paula Carvalho e Fernando da Mata
Perito papiloscópico fazendo trabalho em caixa eletrônico arrombado (Foto: Fernando da Mata)Perito papiloscópico fazendo trabalho em caixa eletrônico arrombado (Foto: Fernando da Mata)
Imagem do circuito interno do estabelecimento que mostra bandido desativando alarme (Foto: Fernando da Mata)Imagem do circuito interno do estabelecimento que mostra bandido desativando alarme (Foto: Fernando da Mata)

Por volta das 3h desta terça-feira, três homens invadiram uma farmácia na avenida dos Cafezais, no Jardim das Macaúbas, para arrombar um caixa eletrônico 24h que funciona dentro do estabelecimento comercial.

De acordo com a Polícia Civil, os bandidos arrombaram a porta de metal para entrar, enquanto dois tentavam destruir o sistema de alarme, o outro tentava arrombar o caixa eletrônico utilizando barras de ferro.

O alarme do caixa disparou e, assustados, os ladrões fugiram sem levar nada. Nenhum deles foi preso. De acordo com informações colhidas no local, a suspeita é de que o trio utilizaria explosivo.

As câmeras de vigilância flagraram a movimentação dos ladrões. Apenas um deles utilizava um capuz para esconder o rosto.

De acordo com a gerente da farmácia, que pediu para não ser identificada, disse que os dois caixas eletrônicos foram instalados no local há aproximadamente dois anos. Ainda segundo ela, nunca tinham tentado roubar dinheiro do caixa.

A polícia acredita que os bandidos não tentaram arrombar o outro caixa eletrônico porque não tiveram tempo. Toda a ação durou aproximadamente três minutos.

Rotina - No último dia 30, bandidos explodiram um caixa eletrônico do Banco do Brasil que fica em um posto de gasolina, no cruzamento da avenida Ernesto Geisel com a Manoel da Costa Lima, bairro Nova Bandeirantes, em Campo Grande.

Na semana passada, outro caixa eletrônico foi alvo de bandidos em Terenos. Eles tentaram explodir o equipamento que fica dentro do prédio da prefeitura.

Devido a quantidade de ocorrências desse crime em um curto período, em reunião emergencial realizada no último dia 10, entre representantes da Polícia Civil e da Polícia Militar, o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacine centralizou as investigações no Garras (Grupo Armado de Repressão e Resgate a Assaltos e Sequestros).



E agora... o que o poder público vai fazer? tirar dinheiro de circulação nos caixas-eletrônicos também? E segurança pública nada...
 
Thiago Mendes em 14/02/2012 12:07:37
Amadores... no Brasil inteiro os bandidos sabem como roubar caixas eletronicos, esses aí fugiram sem nada. Ö incompetencia.
 
Ricardo Farias em 14/02/2012 09:44:25
É aquela história, quando o mercado fica saturado (Muita atuação policial) os empresários (criminosos) procuram por novos segmentos de negócio (novos crimes) e procuraram por novos mercados (cidades sem experiência com crime desse tipo). Campo Grande e todo o estado já fazem parte desse projeto de expansão desses empresários (criminosos). E tudo começou com a inplantação de pequenas filiais.
 
Flávio Márcio em 14/02/2012 09:39:37
UPP no RIO, bandidos no BRASIL...
 
anderson vieira batista em 14/02/2012 09:29:16
Falta de valorização, pesssoal e viaturas faz com que estes crimes aumentem. Podem apostar que a tendência é só piorar. Enquanto a sociedade não se organizar e exigir do poder público respostas rápidas e policiais motivados...
 
carlos moraes em 14/02/2012 03:32:23
É isso aí! ...Flavio Marcio, pela velocidade que estão se expandindo,quero ver quando existir grandes empresas com filiais por toda parte como é que o cidadão vai viver.os funcionarios dessas empresas recolhem do cidadão na rua.e os graúdos recolhem dos caixas e dos mercados, e todos pagamos,para viver na expectativa de ser assaltado por onde passamos.Brasil,Brasil.ólha a cópa de 2014!
 
Luis Antonio Batista em 14/02/2012 03:22:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions