A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Março de 2017

27/06/2014 15:33

Marido de delegada, policial morto era de confiança de superintendente da PF

Edivaldo Bitencourt e Filipe Prado
Delegado participou da coletiva sobre a Operação Ágata em maio (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Delegado participou da coletiva sobre a Operação Ágata em maio (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

O delegado Eduardo Jaworski Lima, 39 anos, que foi encontrado morto com um tiro ontem (26) à noite na Superintendência da Polícia Federa de Mato Grosso do Sul, estava há 15 anos na corporação. Ele era um dos homens de confiança do superintendente, Edgar Paulo Marcon, e comandava a Delegacia de Investigações e Combate ao Crime Organizado.

A morte de Jaworski, que realizava tratamento psiquiátrico, pode ser suicídio e chocou familiares e amigos. “Era um homem da minha estrita confiança”, comentou Marcon. Ele já tinha trabalhado com o superintendente em São Paulo. “Era meu braço direito”, lamentou o superintendente.

Há 15 anos na Polícia Federal, Jaworski era casado com uma delegada da Polícia Federal, que reside em Campo Grande e integrava a Corregedoria da PF em Mato Grosso do Sul. O casal tem uma filha de dois anos.

Como a família reside em São Paulo, o corpo será transladado para a capital paulista em uma aeronave da corporação. Marcon e a esposa seguirão no mesmo voo para acompanhar o velório e o sepultamento em São Paulo.

Jarworski realizava tratamento e chegou a ficar afastado do trabalho em decorrência da licença médica. Conforme Marcon, problemas psiquiátricos são a terceira maior causa de afastamento do serviço. A principal causa de afastamento é ortopedia.

O delegado foi nomeado para comandar a Delegacia de Investigações e Combate ao Crime Organizado em março de 2013. Ele foi encontrado morto com um tiro no peito às 21h de ontem. A morte foi atestada por uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Peritos da Polícia Civil também foram ao prédio e fizeram a coleta de materiais no local.

Logo após a morte, a Superintendência da Polícia Federal divulgou nota confirmando o suicídio e lamentando o ocorrido.

Conforme a Prefeitura de Campo Grande, o corpo do delegado sepultado na cidade de Osasco (SP), após às 16h de hoje (27).

Homem é socorrido em estado grave após ser esfaqueado no peito
Homem de 50 anos ficou gravemente ferido após ser esfaqueado no peito, na madrugada de hoje (26), na Rua Major Giovane Francisco Nadalin, no Bairro O...
Aeroporto opera sem restrições meteorológicas nesta manhã
O Aeroporto Internacional de Campo Grande opera funciona normalmente nesta manhã de domingo (26). Conforme o site da Infraero (Empresa Brasileira de ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions