A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 23 de Agosto de 2019

01/07/2019 11:25

Marquinhos faz apelo para União liberar recursos para obra de córrego

Prefeito disse que faltam R$ 4,5 milhões para pagamento dos serviços já executados entre março e junho

Jones Mário e Leonardo Rocha
Prefeito Marquinhos Trad falou sobre as obras na Ernesto Geisel durante agenda pública (Foto: Leonardo Rocha)Prefeito Marquinhos Trad falou sobre as obras na Ernesto Geisel durante agenda pública (Foto: Leonardo Rocha)

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) disse que as obras de revitalização de trecho da Avenida Ernesto Geisel vão parar caso o repasse federal para a execução dos serviços não seja regularizado.

“Ainda faltam por volta de R$ 4,5 milhões. São 200 funcionários que precisam desse dinheiro. Caso não chegue, a obra vai parar”, revelou na manhã de hoje, durante evento de assinatura de decreto que regulamenta o SIM (Serviço de Inspeção Municipal).

Os recursos federais são utilizados para pagar os serviços já executados pela empreiteira. Os fiscais da Sisep fazem a medição da obra todo mês. O levantamento é enviado para a CEF (Caixa Econômica Federal), que busca o recurso no MDR. Por sua vez, o ministério é responsável pelo repasse à prefeitura.

“Já fiz apelo para bancada federal, deputados e senadores, tive quatro ou cinco reuniões em Brasília para tratar desta pauta específica. Me reuni com ministro, com secretário do ministro, com o chefe de gabinete do ministro. Não entendo porque esse dinheiro não é repassado. O projeto está ótimo, falta o dinheiro ser liberado. O que eles repassaram só deu para cobrir o mês de fevereiro. Falta março, abril, maio e junho”, reforçou Marquinhos.

A prefeitura planeja inaugurar parte das obras no aniversário de 120 anos de Campo Grande, em 26 de agosto deste ano.

Na segunda-feira passada (24), o titular da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos), Rudi Fiorese, relatou que o primeiro lote da obra está adiantado. Intervenções como paredões para proteger as margens contra erosão e evitar o transbordamento do Rio Anhanduí estão finalizadas. Os trabalhos nos segundo e terceiro lotes têm ritmo mais lento, porque são maiores, conforme o secretário.

Prefeitura quer inaugurar parte da revitalização da Avenida Ernesto Geisel em agosto de 2019 (Foto: Henrique Kawaminami)Prefeitura quer inaugurar parte da revitalização da Avenida Ernesto Geisel em agosto de 2019 (Foto: Henrique Kawaminami)

Obras - Orçadas em quase R$ 49 milhões, as obras de revitalização nas margens do Rio Anhanduí começaram em abril de 2018 e fazem parte de um conjunto de ações para os bairros Marcos Roberto, Jockey Clube, Jardim Paulista e Vila Progresso.

Estão previstas intervenções para recompor as margens do rio, com trechos em gabião e outras de placas de concreto; urbanização; abertura de uma ciclovia paralela ao canal; bocas de lobo das ruas para captar a enxurrada que desce das ruas laterais e recapeamento das duas pistas da Avenida Ernesto Geisel, em extensão de 4,8 quilômetros.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions