A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 18 de Agosto de 2019

24/06/2019 10:52

União repassa parte de recurso atrasado para obra na Ernesto Geisel

De acordo com o titular da Sisep, Rudi Fiorese, União ainda deve R$ 4,6 milhões referentes a serviços executados

Jones Mário e Leonardo Rocha
Obras nas margens do Rio Anhanduí começaram em abril do ano passado (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)Obras nas margens do Rio Anhanduí começaram em abril do ano passado (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

O MDR (Ministério do Desenvolvimento Regional) repassou R$ 1,4 milhão para a prefeitura de Campo Grande, recurso destinado à execução das obras de revitalização de trecho da Avenida Ernesto Geisel. Segundo o titular da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos), Rudi Fiorese, a União ainda deve R$ 4,6 milhões.

O pagamento regularizado é referente à medição de março. A prefeitura aguarda o repasse em atraso nas próximas semanas para evitar paralisação das obras, já que os recursos federais são utilizados para pagar os serviços já executados pela empreiteira.

Os fiscais da Sisep fazem a medição da obra todo mês. O levantamento é enviado para a CEF (Caixa Econômica Federal), que busca o recurso no MDR. Por sua vez, o ministério é responsável pelo repasse à prefeitura.

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) tem reclamado do atraso no pagamento do governo federal em entrevistas recentes. O mandatário chegou a dizer que a União “está deixando a desejar”. A prefeitura planeja inaugurar parte das obras no aniversário de 120 anos de Campo Grande, em 26 de agosto deste ano.

De acordo com Fiorese, o primeiro lote da obra está adiantado. Intervenções como paredões para proteger as margens contra erosão e evitar o transbordamento do Rio Anhanduí estão finalizadas. Os trabalhos nos segundo e terceiro lotes têm ritmo mais lento, porque são maiores, conforme o secretário.

Obras - Orçadas em quase R$ 49 milhões, as obras de revitalização nas margens do Rio Anhanduí começaram em abril de 2018 e fazem parte de um conjunto de ações para os bairros Marcos Roberto, Jockey Clube, Jardim Paulista e Vila Progresso.

Estão previstas intervenções para recompor as margens do rio, com trechos em gabião e outras de placas de concreto; urbanização; abertura de uma ciclovia paralela ao canal; bocas de lobo das ruas para captar a enxurrada que desce das ruas laterais e recapeamento das duas pistas da Avenida Ernesto Geisel, em extensão de 4,8 quilômetros.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions