A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

11/12/2017 19:12

Mau atendimento e buracos em pista atrapalham alunos em prova do Detran

Nyelder Rodrigues e Geisy Garnes

O mau atendimento prestado por alguns dos examinadores e buracos presentes na pista de provas do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) está trazendo problemas para alunos que tentar conseguir a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) em Campo Grande.

A reclamação partiu de um dos alunos que passou por avaliação no local nesta segunda-feira (11) e que preferiu não se identificar. Ele afirma que os buracos na pista impedem que os candidatos à habilitação consigam realizar corretamente as manobras necessárias para conseguir o documento.

Além disso, ele ainda reclama da grosseria dos examinadores, o que acaba deixando os alunos em avaliação ainda mais nervosos. "Começa que eles nem dão bom dia e ali já se percebe a má vontade deles", comenta.

O processo para tira a CNH do reclamante vence em janeiro, ou seja, ele terá pouco tempo para conseguir, já que hoje ele reprovou. Junto com ele, também haviam outras quatro pessoas fazendo a baliza.

"Um dos alunos reprovou logo de primeira, possivelmente porque tinham buracos no asfalto onde é feita a baliza. Para quem é mais inexperiente, prejudica a manobra", destaca, acrescentando. "Na prova de percurso, o examinador ficou a todo momento dando ordens antes do momento que deveria fazer, foi grosso e só atrapalhou".

O aluno conta que estava chegando em um cruzamento que era sua preferencial e deu a seta corretamente para entrar em outra rua. "Vinha um carro, mas estava longe. Mesmo assim o examinador pisou no freio sem explicação. Isso desestabiliza".

Depois de terminar a prova, o aluno foi para o banco de trás, dando vez para outro aluno. Ali, ao lado de outra examinadora, ele perguntou quais as infrações cometidas e fez as contas para saber se tinha reprovado.

"Eu fiz as contas e falei que achei que não tinha passado. A examinadora me responder que ainda bem que eu sabia fazer conta, porque dirigir eu não sabia. Fui afrontado ainda no final de tudo", frisa.

Resposta - A reportagem entrou em contato com a Ouvidoria do Detran-MS e o órgão afirma que não consta nos registros de hoje (11) nenhuma reclamação quanto ao caso citado - ao contrário do que afirma o leitor.

"Quando ocorrerem fatos ou situações em que os candidatos se sintam prejudicados podem efetuar reclamações ou questionamentos junto à Ouvidoria/DETRAN, pessoalmente, via internet ou telefone, às quais são analisadas e investigadas e, conforme o caso, tomadas as providências cabíveis", frisa o Detran.

Sobre a pista, o órgão diz foram feitas algumas reformas recentes na pista. Quanto aos examinadores, apenas foi afirmado que eles exercem a função para a qual são qualificados e preparados para as atividades, recebendo atualizações constantes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions