A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

05/10/2011 15:18

Menino de sete anos internado após incêndio em prédio deve receber alta amanhã

Ana Paula Carvalho
Prédio pegou fogo no último domingo. (Foto: Simão Nogueira)Prédio pegou fogo no último domingo. (Foto: Simão Nogueira)

João Manoel Barroso, de 7 anos, internado na Santa Casa desde a madrugada do último domingo, após um incêndio no edifico Leonardo Da Vinci, em Campo Grande, deve receber alta da amanhã.

De acordo com o Hospital, ele receberia alta hoje, mas por conta de uma complicação na garganta em decorrência da intoxicação que sofreu, isso não foi possível.

Na segunda-feira (03) ele deixou o CTI (Centro de Terapia Intensivo) e foi encaminhado a um quarto.

A mãe de João, a defensora Pública Kátia da Silva Soares Barroso, de 37 anos, teve morte cerebral detectada. Kátia é a segunda morte causada por intoxicação com a fumaça do incêndio no Edifício.

O marido dela, o também defensor, Francisco José Soares Barroso, segue internado em estado grave no Hospital Miguel Couto, em Campo Grande. Além dele, o servidor do Tribunal Regional do Trabalho, Eudovando Barbosa Silveira, continua internado em coma.

O estado de saúde dele é considerado grave, mesmo ele tendo reagido a estímulos.

Como foi - O fogo no edifício Leonardo Da Vinci começou ontem por volta das 2 horas de domingo, no apartamento 904 do 9º andar, na segunda torre.

A Polícia Civil está investigando as causas do incêndio e deve fazer nova perícia no prédio. A Plaenge, construtora do prédio, informou que enviou técnicos ao local e que não foram identificados problemas na estrutura.

Conforme a empresa foi feita a recomendação para reforma das instalações hidráulicas e elétricas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions