A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

30/08/2011 19:10

Mesmo com base da PM no bairro, homem é assaltado em plena tarde na vila Nhá-Nhá

Viviane Oliveira
Polícia entra em uma casa e prende suspeitos. (Foto: Simão Nogueira)Polícia entra em uma casa e prende suspeitos. (Foto: Simão Nogueira)

Ismael da Silva Rosa, 51 anos, foi assaltado na tarde desta terça-feira (30) na rua Bom Sucesso esquina com a Ouro Negro, na vila Nhá-Nhá, em Campo Grande.

A vítima relatou que estava tomando cerveja em um bar no bairro quando resolveu ir embora. Conforme Ismael quando virou na rua Ouro Negro, três jovens que estavam em frente a uma casa o chamou.

Ele disse que quando se aproximou os rapazes anunciaram o assalto e o levaram para um terreno baldio. “Eles falaram me passa o dinheiro, e começaram a me dar chutes, socos e pontapés”, disse Ismael.

A vítima não sabe dizer se os bandidos estavam armados. “Eu não vi nada, fiquei com medo na hora”. Segundo ele, foram levados R$ 200, um celular e um cartão de vale transporte com 20 unidades.

A Polícia localizou um dos envolvidos no assalto, Guilherme dos Santos Lopes, 18 anos, que possui várias passagens pelo crime de assalto.

A base da Polícia Militar está na vila Nhá-Nhá desde o último dia 17 para tentar coibir a criminalidade na região. Mesmo coma Polícia no bairro, moradores temem a ação dos bandidos e preferem não comentar nada.

Enquanto a Polícia fazia a abordagem em uma casa que os moradores indicaram como boca de fumo, uma senhora acompanhava tudo da janela de sua casa.

Questionada pela reportagem do Campo Grande News sobre a ação da Polícia, a senhora disse “não sei de nada minha filha, vou terminar de lavar a minha louça”.

Já dona Nilza Rodrigues Duarte, 49 anos, não tem medo de falar e conta que com a base da PM no bairro a "bagunça" diminuiu bastante.

"Mesmo que tenha um assalto ali outro aqui a Polícia trouxe a paz para a vila. Eu espero que eles continuem aqui durante muito tempo”, finaliza Nilza.



passo por la quase todos os dias em deslocamento ao trabalho, vejo que continua o comercio de entorpecentes, entre outros crimes, sob as pontes da norte-sul continuam o consumo de drogas e bebidas, so existe segurança defronte a base da policia comunitaria, a geografia continua contra.
 
jose carlos em 31/08/2011 10:59:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions