ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Homem que abandonou filhotes na rua diz que "intenção foi a melhor"

Ajudante de pintor alegou ao Campo Grande News que achou os cachorros em uma bolsa em uma estrada

Ana Paula Chuva, Izabela Cavalcanti e Ana Beatriz Rodrigues | 30/09/2022 12:50



O ajudante de pintor de 26 anos, que aparece em vídeo abandonando 4 filhotes de cachorro na Travessa Cecy Custódia Fialho, Bairro Mata do Jacinto, na manhã da quinta-feira (29), disse que a intenção era a melhor possível, pois não podia ficar com os animais. O motorista do carro se apresentou nesta sexta-feira (30), à polícia.

Ao Campo Grande News, Sávio Gonçalves contou que mora em um assentamento e estava indo para o trabalho quando encontrou a bolsa com os cachorrinhos na estrada. “Quando vi os filhotes decidi deixar em uma casa bem sucedida. A bolsa estava suja, então levei ela e deixou só os cachorros”, alegou o ajudante de pintor.

Por telefone, o homem alega que não cogitou procurar uma instituição ou uma clínica veterinária porque o dia “estava tão corrido” e que o celular dele estava ruim para fazer ligações.

“Minha intenção foi a melhor possível, não tenho condições de ficar com os filhotes. A gente não teve intenção de machucar os cachorros. Pela reportagem eu sinto que graças a Deus encontraram quem ficasse com eles”, disse Sávio.

À reportagem, ele afirmou que foi convidado a comparecer na Decat (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista), no entanto, não sabia se conseguiria ir ao local, por falta de transporte. Já o colega, que dirigia o veículo Fiat Uno, se apresentou à polícia nesta manhã.

Filhotes abandonados receberam água e comida e estão em clínica veterinária. (Foto: Direto das Ruas)
Filhotes abandonados receberam água e comida e estão em clínica veterinária. (Foto: Direto das Ruas)

O homem de 52 anos é pintor e se identificou apenas como Carlos. Ele confirmou a versão de Sávio, alegando que a intenção dos dois não era maltratar os filhotes e sim ajudá-los.

“Eu passei para pegar ele para virmos trabalhar e ele já estava com os cachorros. Ele disse que tinha achado os filhotes e teve a ideia de deixar em frente a um petshop, mas achamos que ninguém ia querer eles e foi quando ele me pediu para manobrar e deixar em frente a uma casa”, explicou Carlos.

Ele diz ainda que compareceu na delegacia porque a dona do carro foi procurada e avisou ele. O veículo Fiat Uno foi comprado por ele, mas estaria em nome de outra pessoa. “Vim me explicar. Eu vi não tinha visto que ele tinha deixado os cachorros tão perto do carro, mas graças a Deus nenhum deles se machucou”, finalizou.

Segundo o delegado titular da Decat, Maércio Barbosa, a pena para o crime de abandono de animais é de 2 a 5 anos de prisão e que o caso segue sendo investigado.

Nos siga no Google Notícias