A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

25/01/2013 14:09

Moradores cobram presença de agentes de saúde em bairros

Mariana Lopes
Na casa do aposentado Valdeci, no bairro Arnaldo Figueiredo, a última visita registrada foi em outubro do ano passado (Fotos: Luciano Muta)Na casa do aposentado Valdeci, no bairro Arnaldo Figueiredo, a última visita registrada foi em outubro do ano passado (Fotos: Luciano Muta)

Com a declaração das autoridades de que Campo Grande vive uma epidemia da dengue e com o decreto de situação de emergência, nos bairros da Capital a preocupação com a proliferação do mosquito transmissor da doença é unânime, e a cobrança pela visita dos agentes de saúde também.

A equipe do Campo Grande News percorreu alguns bairros da cidade para ver como está a frequência de visitas dos agentes de saúde nas casas. Dependendo da região, a presença dos agentes é bem esporádica, enquanto em outros locais, as visitas são praticamente mensais.

Na casa do aposentado Valdeci Alves Couto, 41 anos, na rua dos Farmacêuticos, no bairro Arnaldo Figueiredo, a última visita de um agente de saúde registrada no controle de frequência foi no dia 15 de outubro de 2012.

Embora o quintal dele esteja bem limpo e aparentemente sem qualquer indício de foco da dengue, a preocupação do aposentado é em relação às casas vizinhas. “No final da tarde fica cheio de mosquito aqui na região, e, querendo ou não, os agentes ajudam a orientar a população e a eliminar os focos”, pontua.

A situação é a mesma no bairro Dalva de Oliveira II. Na casa da auxiliar de caixa Débora Rodrigues, 17 anos, o último registro de visita é de novembro do ano passado. Ela mora na rua da Sanfona e afirma que na região os agentes de saúde passam apenas uma vez ao ano.

Para dona Maria, a visita dos agentes de saúde é importante para ajudar a encontrar focos e controlar a prolifereção do mosquito  (Foto: Luciano Muta)Para dona Maria, a visita dos agentes de saúde é importante para ajudar a encontrar focos e controlar a prolifereção do mosquito (Foto: Luciano Muta)

“Em 2011 minha mãe pegou dengue, fico preocupada porque estamos vivendo uma epidemia e não há uma fiscalização e orientação maior sobre os cuidados que as pessoas precisam ter”, alerta.

No bairro Tiradentes, um dos bairros apontados como críticos pela Prefeitura, a visita dos agentes de saúde parece estar em dia. Pelo menos a dona de casa Neuza Maria de Araújo, 54 anos, moradora na rua Romeu Alves Camargo, não tem do que reclamar, já que o último registro do agente foi feito na semana passada.

A frequência dos agentes de saúde no bairro Jardim Porto Belo também não deixa a desejar e os moradores garantem que estão satisfeitos com a atuação dos profissionais.

Na casa da serviços gerais Maria Aparecida Ribeiro Shabalin, 60 anos, que mora na rua Britônia, um agente passou no último dia 5 de janeiro. “Eu sempre cuido do meu quintal, mas tem gente que não tem juízo, e os agentes fiscalizam isso”, comenta.

A última visita marcada na casa de dona Maria foi no dia 5 de janeiro (Foto: Luciano Muta)A última visita marcada na casa de dona Maria foi no dia 5 de janeiro (Foto: Luciano Muta)

Apesar da bagunça espalhada pelo quintal, a dona de casa Maria de Souza, 65 anos, afirma com todas as letras que lá não há foco do mosquito da dengue. “A gente cuida para a água não ficar parada, também temos medo de pegar a doença”, diz.

Ela mora na rua Paraí, também no Jardim Porto Belo, onde a agente de saúde passou na primeira semana de janeiro. “Estão fazendo um trabalho bom, conscientizam as pessoas, colocam veneno onde precisa, não tenho o que reclamar”, afirma a dona de casa.

A Prefeitura de Campo Grande decretou na semana passada situação de emergência por causa da epidemia da dengue. A cada mil moradores da Capital, 12 estão com a doença, considerando o índice de 1.211,3 casos da doença para cada 100 mil habitantes.

Secretaria envia técnicos para acompanhar combate a dengue no Sul do Estado
Equipes da Secretaria de Estado de Saúde começam nesta quinta-feira (24) o acompanhamento técnico e capacitação de profissionais que atuam no combate...
Contas de água terão informativo contra a dengue
Na luta contra a epidemia de dengue, será lançada nesta sexta-feira (25) a campanha “Morena sem Dengue”. Funcionárias da Águas Guariroba vão distribu...


Fácil, muito fácil resolver isso, basta criar o bolsa "Dengue" o governo federal deve remunerar todo cidadão que apresentar certa quantidade de lixo potencial para foco da doença ou então quantidade "x" de mosquitos capturados, e que não tenha sido acometido pela doença por 12 meses no mínimo, isso sem ferir o principio da isonomia, obvio, não se pode prejudicar as outras categorias! "Não dê o peixe, ensine a pescar, vai ser melhor para todos".
 
CLAUDIO MOREIRA em 27/01/2013 21:49:34
Todo mundo reclama fala,fala e nao faz nada se esta com epdemia de dengue em nossa cidade a culpa e da propia populacao q joga lixos nas ruas em terrenos desocopudos,aqui em frente a minha casa na rua padre joao crippa tem um terreno que o povo na maior cara de pau chegam com os carros cheios de entulho e jogam la no terreno,depois querem agentes de saude uma resolucao do prefeito e nao sei o q mais , mas se a propia populacao cuidasse de suas residencias nao teriam esse indice altissimo de dengue ESSE POVO SO SABE RECLAMAR MAS FAZER POR ONDE NAO ACONTECER NAO FAZ,SAO POUCOS OS QUE CUIDAM DE SUAS CASAS,NAO ESTOU DEFENDENDO O PREFEITO NAO POIS NAO VOTEI NELE,VOTEI NO AZAMBUJA,MAS INFELIZMENTE NAO GANHOU,MAS TBM NAO E CULPA DO BERNAL ELE NAO TA COLOCANDO A LARVA DO MOSQUITO NAS RUAS SE LIGA.
 
LUCIANA BERRIEL FERRAZ RIOS em 26/01/2013 16:55:48
Moro a 14 anos no bairro Jardim Italia
Geraldo lima de moraes.....N???? Proximo ao Campo Da Embrapa.
Nunca recebi um Agente de Saude em kasa....nem um FORMULARIO de visitas aki em kasa tenho......pois deveriam este agente trabalharem aos Sabados tambem....pois alguns so vai as casa de amigos e parentes e la ficam tomado Terere e conversandoa a toa muitas vezez ocupando horas ate o almoço e e fim de expediente Cade o Superrvisor desta area ou fazem partes de alguns .....por Favor A prefeitura acordem ok...A DENGUE ESTA A SOLTA ....
 
Gediao Sebastiao Francisco em 26/01/2013 10:05:02
Se todos cuidassem do seu quintal nem precisaria de agentes,ha pessoas muito mal educadas jogam copo de plásticos na ruas garrafas ,onde moro mesmo toda semana junta lixo trazido pelo vento , o povo sem noção e sem educação.
 
Fabio silva em 26/01/2013 09:34:46
Os agentes de saúde sozinhos não podem fazer nada,se cada um fizesse sua parte em termos de limpeza e até mesmo recebesse os agentes de saúde que batem de porta em porta não estaria sendo cobrado presença do mesmo nas residencias e também não estariamos vivendo essa epidemia a qual a população tem a maior culpa nisso.Vamos fazer nossa parte sem ficar esperando que alguém nos diga o que fazer.
 
jucilene cristaldo em 26/01/2013 09:29:44
É uma vergonha as pessoas esperarem pelo Agente de Saúde para resolver um problema que é seu. Se cada um fizesse sua parte não teria dengue. Tem gente que fica tomando tereré na sobra, e reclamando do Poder Público. Precisam tomar vergonha!
 
Hilda França em 25/01/2013 23:07:27
Primeiro que Agente de Saúde não e lixeiro, segundo que os cuidados com a casa e quintal e dever do proprietário da casa, terceiro nos estamos enfrentando a segunda maior epidemia da DENGUE.
Vários meios de comunicação têm informado e orientado sobre os cuidados para evitar a DENGUE
O povo tem que mudar a cultura, caso ao contrario continuaremos nesta calamidade causada por um pequeno mosquito.
 
Patricia Lisboa em 25/01/2013 22:35:05
Os altos indíces de dengue em nossa cidade, tem como problemática a falta de conscientização da maioria da população. Todos sabem dos cuidados que devemos tomar quanto a limpeza de nossas casas, a mídia é a principal fonte de informação sobre as devidas precauções no combate do mosquito transmissor. Todos nós sabemos que esta doença é grave e pode até matar, mas infelismente grande parte das pessoas não colocam em prática as orientações. Outra coisa interessante, tem bairros que possuem ótimos agentes de saúde NOTA DEZ, porém em alguns bairros como o meu, encontramos uma outra realidade, agentes que não trabalham. Aqui na minha casa o agente comunitário passou no dia 20/10/2011. MAS TUDO BEM, EU FAÇO MINHA PARTE.
 
Alexandre Rodrigues em 25/01/2013 22:34:05
esse povo acha que o agente de saude tem que limpar a casa deles, o povo tem é que tomar vergonha na cara e parar de viver nas custas do governo, hoje em dia o governo dá tudo em troca de voto. "bolsa isso bolsa aquilo"
 
william sousa em 25/01/2013 20:27:15
é na verdade se todos nós fizessemos a nossa parte nao estaria assim essa epidemia ,adianta meu quintal estar limpo do outro sujo?moro no conjunto uniao agente de saude passou por aqui em maio ..
 
reinaldo silva em 25/01/2013 19:58:47
Ja a quase dois anos procurei a ubs vida nova, pra me informar porque a 2 anos ñ ia agente de saude na minha casa, uma senhora que lá me atendeu disse-me . O agente se saúde esta de atestado do que vc precisa? Eu ñ presciso de nada ñ, a vacina do meu filho esta em dia meu quintal sempre limpo, meus exames em dia, mas acho estranho porque a 1 ano ñ recebo visitas.
Agora sem medo de mentir varias vezes já vi alguns agentes sentados na sombra.
O meu quintal esta limpo e o do vizinho, tem alguem pra fiscalizar pra orientar?
Multirão agora?
Trabalho na area da saúde e ñ tem sido facil ver seres humanos perigrinarem, e sou ciente que posso ser a proxima vitima.
Enquando cada um ñ se concientizar que educaçao e vem de casa, sempre teremos epdemias.
 
Juliana Erika dos Santos em 25/01/2013 18:59:09
Eu estou muito satisfeito com o serviço da minha Agente de Saúde, a população reclama muito, se cada um cuidasse do seu quintal e das suas obrigações e não se preocupasse com os fazeres dos outros não estariamos vivendo essa epidemia. Muitas pessoas esperam tudo do Governo, a iniciativa tem que partir de cada cidadão, as mudanças por simples que sejam começam por nós.
 
André de Souza em 25/01/2013 17:20:49
O povo tem de tomar vergonha na cara e fazer sua parte de cuidar de seus terrenos, agente de saúde não empregado de limpeza. Não sou funcionário da saúde mas vejo no meu bairro que tem muitas pessoas que não limpam seus terrenos para que os agentes de saúde os limpe. Veja a foto desta dona Maria na reportagem e preste atenção no terreno ao fundo, ela é a dona da casa e não cuida da mesma? O agente de saúde serve para orientar sobre os riscos e fiscalizar assim registrando junto ao CCZ proprietários desleixados sendo os mesmos multados por proliferar o risco de contaminações. Então pessoal tome conciência do lixo em suas casas e faça a limpeza e denuncie se o seu vizinho não fazer a parte dele.
 
Alexandre de Souza em 25/01/2013 16:09:10
Sorte desse pessoal.... lá no bairro vida nova I a agente de saúde não passa desde outubro de 2011.... Não sei o porque mas temos registro....
 
Josiane Pereira em 25/01/2013 15:01:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions