A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

20/11/2018 17:33

MPF pede investigação sobre atropelamento de crianças indígenas

Ontem (19), militâncias envolvidas com a questão protocolaram documento pedindo providências ao órgão

Guilherme Henri
Lideranças indígenas no MPF ontem para protocolar pedido de investigação (Foto: Divulgação)Lideranças indígenas no MPF ontem para protocolar pedido de investigação (Foto: Divulgação)

O MPF (Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul) requisitou à Delegacia de Polícia Civil de Miranda instauração de inquérito policial para apurar o atropelamento de duas meninas indígenas de 8 anos. Ontem (19), militâncias envolvidas com a questão protocolaram documento pedindo providências ao órgão.

Segundo divulgado pelo órgão, além de requisitar a instauração de inquérito policial, o MPF também encaminhou cópia da requisição ao Ministério Público Estadual, para conhecimento e adoção de eventuais providências.

As crianças estavam de bicicleta e foram atropeladas por uma caminhonete no dia 13 deste mês, na estrada que dá acesso à aldeia Mãe Terra, localizada na terra indígena Cachoeirinha, em Miranda. O motorista fugiu sem prestar socorro.

As crianças sofreram ferimentos no rosto, ombros, braços e pernas. No dia seguinte ao atropelamento, 14 de novembro, o advogado do Cimi (Conselho Indigenista Missionário) Anderson Souza esteve na delegacia de Polícia Civil do município para registrar boletim de ocorrência. No entanto, um servidor da delegacia se negou a fazer o registro afirmando que não seria possível registrar a ocorrência pois as vítimas não sabiam indicar quem as atropelou ou a placa do veículo.

"A região é uma área de conflito entre indígenas e fazendeiros por conta de demarcação de terra, por isso acreditamos que o atropelamento foi criminoso", diz o assessor jurídico.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions