A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/07/2011 20:16

Mulher perde controle de veículo, capota e bate em poste na Ernesto Geisel

Paula Maciulevicius

Avenida está mais de um quilômetro sem iluminação pública

Carro perde controle, bate em veículo, acerta poste e capota. (Foto: Kayo Oshiro)
Carro perde controle, bate em veículo, acerta poste e capota. (Foto: Kayo Oshiro)

A motorista Tabata de Oliveira, 27 anos, perdeu o controle do Corsa branco que dirigia, depois de bater em um Voyage, atingiu um poste e capotou na avenida Ernesto Geisel, sentido centro, no bairro Nova Esperança, no começo da noite, em Campo Grande.

Segundo testemunhas, ela tentou ultrapassar o Voyage que vinha a frente, foi “fechada” e antes de atingir o poste, bateu também no carro.

A condutora chamou uma amiga, logo depois que o acidente aconteceu. Jenifer Rodrigues, 21 anos, disse que Tabata deveria estar correndo muito e que quando chegou ao local do acidente, a amiga já tinha sido levada para atendimento médico, na Santa Casa.

Ela disse ao Campo Grande News que no carro só estava Tabata e que ela saiu pelo vidro, mas andando e que passava por exames de raio-x.

No Voyage, o motorista Noel Sati, 56 anos, também foi encaminhado a Santa Casa. Segundo o filho, ele passava bem, mas sentia dores no pescoço pelo nervosismo e pela batida. Noel está em observação e deve ser liberado ainda esta noite.

O filho contou o que ficou sabendo “Ele estava vindo pela avenida, ela tentou ultrapassar e parece que foi fechada. Ela bateu, rodou, acertou o poste e o carro capotou”.

No veículo estava também o sogro de Noel, José Bezerra da Silva, 74 anos, não teve ferimentos, mas ainda estava assustado.

“Senti só o baque. Não é fácil, é um negócio horrível”, fala.

De acordo com a empresa de manutenção de energia, o poste abastecia apenas a via pública, as casas não ficaram sem luz. A iluminação será reposta amanhã, pela prefeitura.

A via está interditada e será liberada assim que o poste foi removido e outro colocado no local. Aproximadamente um quilômetro está sem luz na via pública.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


Vânia, sim, só as testemunhas podem dizer o que aconteceu, mas de alguns fatos podemos deduzir:
Para bater num carro e depois num poste, para então capotar ela devia estar correndo, pois o carro numa batida perde muita energia cinética e costuma rodar e não capotar, a não ser que as rodas de um mesmo lado batam juntos num meio fio, o que é incomum Para capotar ela deveria ter muita energia cinética, isto é, "alta velocidade."
A fechada é controversa pois se voce está em baixa velocidade a fechada não resulta em problemas, principalmente se voce tem direção defensiva. Contudo a direção defensiva perde sua eficácia em "alta velocidade".
Ela bateu na traseira de um carro e perdeu o controle. NInguém perde o controle de um carro a não ser em, novamente, "alta velocidade" e outras circunstâncias tais como acquaplanagem, óleo ou areia na pista, neve, etc.

Portanto a única conclusão segura, apenas com o relatado na matéria, é que ela estava em ALTA VELOCIDADE
 
João Ediley em 08/07/2011 12:28:55
É exatamente como o colega Daniel Francelino da Silva disse: " Não adianta ter placa dizendo que a máxima é 30, 40, 50, 60km/h. Se você anda nesse limite, tem sempre um carro, caminhão ou ônibus te pressionando, dando luz alta, fazendo ruído com o freio a ar (caso de caminhões e ônibus, inclusive do transporte público) te fechando, fazendo ziguezague atrás de você e quase te atropelando pra você ir mais e mais rápido. Se você não vai nessa "pilha", sofre no trânsito. Se vai, corre o risco de causar acidentes. E nenhum dos "apuradinhos" que ficam pressionando dará importância se você se acidentar."
Fazendo uma ressalva no q disse o colega CARLOS DAMASCENO:"ANTES ATRASADO NO COMPROMISSO DO QUE CEDO NO CÉU", a isso digo: antes atrasado em um compromisso do q cedo no inferno. Para o inferno ninguém quer ir, mas andar correto e fazer tudo certo ninguem quer também!!



 
Thiago Benarrós em 08/07/2011 11:39:41
Só uma questão, não precisa estar com excesso de velocidade para capotar um veículo, com manobras bruscas mesmo com velocidade baixa também dá. Quem está certo é o Daniel que anda devagar, assim como eu, mas é sempre bom lembrar, sempre do lado direito da via, desta forma ninguém vai ficar dando sinal ou buzinando atras de você, o problema é quem anda devagar do lado esquerdo, isto é errado mesmo estando na velocidade regulamentar, porque a lei diz que sempre deve se dar passagem pelo lado esquerdo, isto independe da velocidade, sem contar que nós não somos fiscais da velocidade. Se tem alguém mais rápido, dê lugar à esquerda, vá para a direita. Voce vai perceber que as buzinas atras de você vão quase acabar
 
jose antonio em 08/07/2011 11:38:20
prezados!
conforme notícia divulgada, a moça foi fechada por outro automóvel, não há chamen de barbeira pois só quem pode dizer o que aconteceu são as testemunhas!!! não sejam infelizes no dizer, tem muita gente imatura dirigindo por campo grande e tem muitos homens aqui que quado vê que uma mulher vai ultrapassar acelera só para não perder o lugar na via , vejo isso quase todos os dias acho isso uma idiotice e falta de respeito.
 
vania.macedo em 08/07/2011 10:01:56
tá uma loucura em campo grande, parece são paulo, ou melhor são paulo, pelo menos os motoristas respeitam os sinais( pisca, alertas,) aqui ainda não, e esses jovens pensam que tiraram a carteira de motoristas, saem pelas vias pensando que sçao ¨¨os pilotos¨¨, mas não é bem assim, temos que respeitar, o próximo, pois nós também somos o próximo. que isso sirva de lição
 
maria aparecida eichler em 08/07/2011 09:37:45
Já escapei de morrer ao pilotar moto e de bater, ao dirigir carro várias vezes, tudo por que insisto em andar na máxima permitida pela sinalização. Não adianta ter placa dizendo que a máxima é 30, 40, 50, 60km/h. Se você anda nesse limite, tem sempre um carro, caminhão ou ônibus te pressionando, dando luz alta, fazendo ruído com o freio a ar (caso de caminhões e ônibus, inclusive do transporte público) te fechando, fazendo ziguezague atrás de você e quase te atropelando pra você ir mais e mais rápido. Se você não vai nessa "pilha", sofre no trânsito. Se vai, corre o risco de causar acidentes. E nenhum dos "apuradinhos" que ficam pressionando dará importância se você se acidentar.

O trânsito de Campo Grande é selvagem e gerido por amadores. Tem três órgãos de fiscalização: Detran, Agetran e Ciptran.

Agetran, só vejo enfeitando esquina, por que não vejo ordenar tráfego quando um sinal pára de funcionar, não vejo inibindo fila dupla em frente de colégio, não vejo coibindo abusos de velocidade nas avenidas nem mostrando presença nas rotatórias e ao longo do dito "quadrilátero viário" de Campo Grande (Zahran, Ernesto Geisel, Masarenhas de Moraes, Costa e Silva/Guaicurus, Cel. Antonino, Dq. de Caxias e Ceará).

Mas claro, a Agetran está no estacionamento do Aeroporto, mas não impede o caos que se forma por não ter onde estacionar e pelos motoristas insistirem em parar em qualquer lugar, mesmo que expressamente proibido (caso de ponto de táxi/ônibus/van, vaga de cadeirante e faixa de pedestre)

A Ciptran ainda faz trabalho educativo, tem o projeto PARA, que tenta humanizar um pouco o trânsito. Mas não deu pra sentir a decepção ao ver uma ultrapassagem à noite, na 14 de julho, no Monte Castelo, numa curva, com faixa dupla contínua. Um carro invadiu a faixa contrária pra ultrapassar, quase bate num ônibus. Vinha um carro da Ciptran logo atrás do ônibus. Mas, nem sinal de pelo menos acionar o giroflex, pra intimidar o "piloto" do carro.

O Detran, bom, o Detran é só pra CNH e emplacamento, nada mais a dizer. E enquanto tudo isso, segue a prefeitura pintando estrelinha em lugar fazer a Agetran funcionar de verdade, investir em pavimentação adequada, sinalização e getão de trânsito que funcione.

 
Daniel Francelino da Silva em 08/07/2011 09:28:26
ESSES SÃO OS CONDUTORES FORMADOS PELAS AUTO-ESCOLAS DO BRASIL, PESSOAS QUE NÃO TEM O MÍNIMO DE ATENÇÃO AO VOLANTE, DIRIGEM UM CARRO E NÃO DÃO A MÍNIMA PRA SINALIZAÇÕES, LIMITES DE VELOCIDADE NÃO RESPEITAM NADA, PESSOAS COMO ESSA CONDUTORA NUNCA PODERIAM TIRAR UMA CARTEIRA DE HABILITAÇÃO...
 
daniel barbosa teixeira em 08/07/2011 09:20:47
Faço uso da palavra de colega que comentou em matéria passada:

COMO OS CARROS CAPOTAM NESSA CIDADE!
 
Philipp Ernesto em 08/07/2011 08:48:28
E mais essa barbeiragem foi noticiada em âmbito nacional, pra que todos saibam o quanto é ruim de volante o campograndense.
 
Oswaldo Benites em 08/07/2011 08:05:53
Tô tentando entender, ela tinha acabado de passar pela lombada eletrônica e ja tava em alta velocidade, com certeza, pela pancada!!! vixiiiiii!!!
 
daniela rodrigues em 08/07/2011 01:49:35
Tá complicado sair de casa viu! os bandidos nos assustam e tambem alguns motoristas que transformam a vias públicas em pistas de corrida! socorro!!!!
 
daniela rodrigues em 08/07/2011 01:47:57
Voce faz uma faculdade para ter uma profissão que vai te acompanhar durante anos por toda a sua vida, e tira habilitação em no maximo seis meses? enquanto os motoristas não dirigirem defensivamente e respeitar o outro, vai ter isso todo os dia e não adianta campanha educacional estrelinha no asfalto.
 
sandra lima em 08/07/2011 01:16:46
MAIS UM ACIDENTE POR FALTA DE CALMA ATRAS DO VOLANTE COM CERTEZA A MENOS DE 80 NAO ESTAVA PARA FAZER ESTE ESTRAGO!!
AGORA VAI APRENDER QUE A PRESSA NAO LEVA A LUGAR NENHUM, ALIAS LEVA SIM PARA O CEMITERIO!!
POR ISSO "ANTES ATRASADO NO COMPROMISSO DO QUE CEDO NO CÉU"
 
CARLOS DAMASCENO em 07/07/2011 10:45:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions