A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

08/10/2019 18:01

Mulher que vivia em casa tomada pelo lixo é presa no Vilas Boas

Condições encontradas no imóvel tornaram o ambiente propício para a proliferação de animais, como baratas, mosquitos e escorpiões

Liniker Ribeiro
Agentes trabalhando na limpeza do imóvel vistoriado na manhã desta terça-feira (Foto: Divulgação/PMCG)Agentes trabalhando na limpeza do imóvel vistoriado na manhã desta terça-feira (Foto: Divulgação/PMCG)

Operação da Polícia Civil, em parceria com a prefeitura da Capital, acabou na prisão de uma mulher, de 67 anos, moradora do bairro Vilas Boas, na manhã desta terça-feira (8). No local, região nobre da cidade, equipes encontraram o imóvel em condições higiênicas precárias, apresentando alto risco sanitário.

A ação reuniu equipes da Decat (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Atendimento ao Turista) e da Coordenadoria de Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde.

Conforme a Sedau, as condições encontradas no imóvel tornaram o ambiente propício para a proliferação de animais como baratas, mosquitos, morcegos, escorpiões entre outros.

Agentes do serviço de Manejo Ambiental da Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais e trabalhadores do Proinc auxiliaram no recolhimento de materiais inservíveis, como latas e garrafas, além de matéria orgânica. O material recolhido foi suficiente para lotar um caminhão baú.

Equipes de saúde do Caps (Centro de Atenção Psicossocial) Margarida e da UBS (Unidade Básica de Saúde) da Vila Carlota também estiveram acompanhando a ação. A suspeita, segundo a Sesau, é de que a moradora, de origem estrangeira, sofra de algum transtorno psiquiátrico, com recusa constante ao auxilio e assistência das equipes de saúde.

A mulher foi encaminhada à delegacia para prestar esclarecimento e assinar os termos de autuação inerentes à ocorrência. Conforme informações da coordenadoria, a moradora já responde processo por maus tratos a animais e crime ambiental, além da manutenção de imóvel em condições insalubres e de depósitos potenciais criadouros do mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Após lançar maconha na Máxima, dupla é perseguida e presa pela polícia
Dois homens, de 27 e 29 anos, foram presos nesta segunda-feira (14) após jogarem tabletes de maconha por cima do muro do presídio de segurança máxima...
Adolescente de 16 anos é apreendido com 95 papelotes de droga no Tiradentes
Um adolescente, de apenas 16 anos, foi preso ao ser flagrado com 95 papelotes de cocaína no Bairro Tiradentes, em Campo Grande. Os policiais civis d...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions