A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019

29/06/2019 10:55

Na busca pelo sonho de vida, multidão acompanha sorteio de apartamentos

Agehab realizou primeiro sorteio eletrônico e pelo menos 6 mil pessoas, a maioria, mulheres, acompanharam sorteio

Silvia Frias e Fernanda Palheta
Arquibancadas foram insuficientes para multidão que tomou conta de escola (Foto: Kisie Ainoã)Arquibancadas foram insuficientes para multidão que tomou conta de escola (Foto: Kisie Ainoã)

Sonho e segurança foram as palavras mais citadas pelos contemplados no sorteio de 602 apartamentos, ainda em construção, pelo Programa Minha Casa Minha Vida, em Campo Grande. O pátio da Escola Estadual Joaquim Murtinho ficou pequeno diante da multidão e da expectativa de ter, finalmente, acesso à casa própria.

A Polícia Militar estima que pelo menos 5 mil pessoas, a maioria, mulheres, se espremeram na arquibancada da escola, na Avenida Afonso Pena, região central de Campo Grande, além de outras mil que ficaram em outras áreas da instituição, aguardando o primeiro sorteio eletrônico de unidades habitacionais.

Uma das sorteadas rompeu ciclo de espera de sete anos na fila pela casa própria: a dona de casa Diana da Silva, 28 anos, mora de aluguel com as duas filhas. “Meu sonho, vou morar na minha casa”, disse.

A diarista Fabiana Ortega, 37 anos, mora em área invadida no Jardim Noroeste e “perdeu as contas” de quanto tempo está na fila. Hoje, mora com as duas filhas e irmã com deficiência. “Vou dar segurança para minha família, estar numa área que posso dizer que é minha”.

Durante o sorteio e depois que ouviu seu nome, a recreadora Andreia Cristina da Silva Paganoti, 44 anos, chorava e tremia. “Meu sonho, minha segurança”, dizia, muito emocionada. Ela mora com dois filhos em área cedida.

Diana mora hoje de aluguel com as duas filhas. Meu sonho (Foto: Kisie Ainoã)Diana mora hoje de aluguel com as duas filhas. "Meu sonho" (Foto: Kisie Ainoã)
Edenir ficou emocionada ao ouvir o nome da filha no sorteio (Foto: Kisie Ainoã)Edenir ficou emocionada ao ouvir o nome da filha no sorteio (Foto: Kisie Ainoã)

A professora aposentada Edenir Espíndola dos Santos, de 61 anos, foi à escola para acompanhar o sorteio e chorou de emoção ao ouvir o nome da filha, Denise, sendo uma das contempladas. Edenir conta que a jovem mora de aluguel e tem filho de 5 anos com microcefalia. “Finalmente, finalmente ela vai ter uma casa”.

A diretora-presidente da Agehab (Agência de Habitação Popular de MS), Maria do Carmo Avesani, disse que o contemplado tem 15 dias para agendar visita no Fácil (localizado próximo a terminais General Osório, Aero Rancho e Guaicurus) e apresentar documentos. Caso tenha alguma pendência, a pessoa terá mais 30 dias para resolução. Se não preencher os requisitos, o sorteado reserva será acionado. O contrato será assinado em 2020.

O chefe de gabinete do governo, Carlos Alberto Assis, disse que os empreendimentos devem ser entregues no 1º semestre de 2020. O sorteio eletrônico, segundo ele, é forma de dar transparência no sistema.

Confira a lista de contemplados, clicando aqui.

Unidades - são 602 apartamentos distribuídos em quatro residenciais: Portal Laranjeiras, no bairro Tarumã (210 unidades); Residencial Sírio Libanês, no bairro Sírio Libanês (154 unidades); Residencial Jardim Aero Rancho 7 (119 unidades) e Residencial Jardim Aero Rancho 8 (119 unidades). As unidades estão em fase de execução de obra que varia de 20% a 60%, com entrega prevista até 2020.

Antes do sorteio eletrônico, 40 famílias com crianças com microcefalia serão beneficiadas com apartamentos.

Depois, o sorteio começou a ser destinado a 5% das unidades a idosos que sejam titulares do cadastro, seguido de seleção de 10% dos imóveis para pessoas com deficiência e, em seguida, para o restante dos cadastrados.

Nessa etapa do sorteio, nova subdivisão, em que 60% das vagas serão destinadas a famílias que atendem seis critérios previstos em lei federal, como residentes em áreas de risco, insalubres, desabrigados ou que as mulheres sejam responsáveis pela unidade familiar.

Posteriormente, o sorteio destinou 20% das unidades a famílias que atendem dois critérios e, por último, 15% para que atende um ou nenhum critério. Nesse quesito, estão os solteiros sem família, por exemplo.

#atualizada às 15h20 para acréscimo de informações

Pessoas tomaram conta de todos os espaços disponíveis (Foto: Kisie Ainoã)Pessoas tomaram conta de todos os espaços disponíveis (Foto: Kisie Ainoã)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions