A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

05/02/2015 14:13

Número de vítimas de temporais cresceu 167% em dois anos no Estado

Kleber Clajus
Durante reunião, governador se comprometeu a ampliar abrangência da Defesa Civil (Foto: Chico Ribeiro / Notícias MS)Durante reunião, governador se comprometeu a ampliar abrangência da Defesa Civil (Foto: Chico Ribeiro / Notícias MS)

O número de vítimas de desastres naturais aumentou 167,14%, nos últimos dois anos, em Mato Grosso do Sul. A Defesa Civil apresentou ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB), nesta quinta-feira (5), dados que integram início do trabalho de mapeamento das áreas de risco no Estado. O encontrou ocorreu no gabinete da governadoria.

Enquanto o número de pessoas afetadas por temporais e vendavais elevou-se de 80 mil para 213.713 no período, a quantidade de desalojados foi a que mais recuou de 4.599 para 861 (81,27%), seguida dos desabrigados de 873 para 334 (61,74%).

Ao todo, 11 mortes foram registradas por ano, incluindo duas durante inundação no município de Bela Vista, em 2013, além de naufrágio ocorrido em Porto Murtinho no ano seguinte.

Conforme o balanço apresentado pelo coordenador da Defesa Civil, coronel Isaías Ferreira Bittencourt, as principais áreas de risco estão concentradas em populações ribeirinhas no Pantanal e região sul que possui maior incidência de chuva de granizo.

Reinaldo Azambuja declarou, por sua assessoria de imprensa, que pretende implantar almoxarifados para equipamentos utilizados em emergências, kits de primeiros socorros, roupas, alimentos e colchões nas 44 unidades da Defesa Civil ativas no Estado, além de expandir sua atuação.

Também participou do encontro o secretário da Casa Civil, Sérgio de Paula.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions