ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  18    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Pelo 3º dia seguido, terceirizados da prefeitura farão manifestação

Por Nyelder Rodrigues | 18/12/2016 19:53

Trabalhadores terceirizados pela prefeitura de Campo Grande, através dos convênios com a Omep e a Seleta, vão realizar na manhã desta segunda-feira (19) novo protesto no Centro da cidade contra a decisão judicial que determina a demissão de cerca de 4 mil funcionários ligados às duas ONGs.

A decisão, do juiz da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, David de Oliveira Gomes Filho, manda que sejam demitidos imediatamente todos os funcionários, acatando pedido feito pelo MPE (Ministério Público Estadual), que investiga fraudes no contrato, como a contratação de funcionários fantasmas.

Tanto o presidente da Seleta como a da Omep foram presos e são acusados pela promotoria de crimes de corrupção. A situação fez com que a prefeitura suspendesse serviços essenciais, como creches públicas e o Cetremi (Centro de Triagem e Encaminhamento do Migrante), já que não há funcionários suficientes para oferecer os serviços.

A manifestação dos trabalhadores, que ainda não foram demitidos, mas estão impedidos de entrar nos locais de trabalho, começará às 8h na Praça do Rádio Clube - localizado na avenida Afonso Pena, entre as ruas Padre João Crippa e Pedro Celestino, Centro.

Além da demissão em massa, os funcionários reclamam de atrasos salariais e do não pagamento, até o momento, do 13º salário. No protesto deste domingo (18), cerca de 100 pessoas foram protestar na avenida Afonso Pena, esquina com a rua 14 de Julho.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário