A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

26/03/2012 07:17

PM prende trio que chefiava tráfico de drogas à mando da Máxima na Vila Progresso

Paula Maciulevicius

Com eles foram apreendidos cadernos de contabilidade e uma agenda de telefones dos presidiários, com vários recibos de depósitos

O Tático do 10° Batalhão da Polícia Militar prendeu na noite deste domingo, o trio que comandava o tráfico de drogas na Vila Progresso para os detentos da Penitenciária Máxima da Capital.

Com eles foram apreendidos dois cadernos de contabilidade do tráfico e uma agenda de telefones dos presidiários, com vários recibos de depósitos, além de 1,2 quilos de maconha e 88 gramas de cocaína.

A ação que levou à prisão do trio começou por volta das 19h, depois que a PM recebeu uma denúncia por telefone de que havia duas pessoas em uma Honda Titan azul, armadas.

Em rondas pela região da Vila Progresso, os militares viram a motocicleta e o condutor disparando para o alto. No momento em que foi dada voz para que eles parassem, a garupa da moto desceu e o condutor fugiu em alta velocidade.

A PM pediu reforços para deter o motociclista. Ao abordar a garupa da motocicleta, mulher do condutor, Fátima Gaiser da Silva, 21 anos, os militares encontraram 88 gramas de cocaína e R$ 79 em dinheiro.

Enquanto uma equipe abordava Fátima, os reforços que foram chamados perseguiram o motociclista, até que ele perdeu o controle da direção e caiu. Edmilson de Souza Barbosa, 45 anos, conhecido como “Milsinho”, admitiu que enquanto fugia jogou a arma, um revólver calibre 32, Taurus. Com ele foram encontrados R$ 150 em dinheiro e ainda 98 gramas de maconha.

Contra Edmilson havia ainda um mandado de prisão em aberto. Em buscas na residência, a PM apreendeu um caderno de contabilidade, que mostrava toda a organização de entrega e o dinheiro que entrava com a venda do entorpecente e ainda uma agenda de contatos de presidiários da Máxima.

Lá também foram apreendidas mais seis porções de maconha e cocaína que totalizaram 1,2 quilos e R$ 125 em dinheiro. Na casa, Fátima contou que havia entregue 80 quilos de pasta-base no Parque do Sol. A Polícia Militar foi até o ponto, mas a droga já havia sido distribuída

A dona da casa, que teria recebido o entorpecente também foi presa. Com Patrícia Amorim da Silva, 29 anos, estava o outro caderno da movimentação do tráfico. Os três foram encaminhados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga.



Força Tática neles.....
 
José Roberto em 26/03/2012 12:52:08
E ainda aparecem "uns manés" dizendo que a polícia não trabalha. Parabéns aos policiais do 10º BPM. Ainda que nossas leis sejam "frouxas", e logo logo essa bandidagem já vai voltar as práticas criminosas, ao menos por um tempo nossa nossa cidade ficará menos suja.
 
Fernando Silva em 26/03/2012 07:46:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions