ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  26    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Polícia prende mais um envolvido na morte de jovem no Estrela do Sul

Por Francisco Júnior | 09/03/2012 12:35

Acusado tem várias passagens na Polícia e estava foragido da Colônia Penal Agrícola de Campo Grande

Leandro justificou legítima defesa. (Foto: Pedro Peralta)
Leandro justificou legítima defesa. (Foto: Pedro Peralta)

A Polícia prendeu mais um envolvido na morte de Lennon Medeiros de Campos, 19 anos, ocorrida no dia 16 de julho de 2011. Leandro Barbosa Varejo é apontado como responsável por atirar na vítima. Ele foi apresentado em coletiva na manhã de hoje (9), no 2º Distrito Policial.

A Polícia chegou até Leandro após a prisão de Douglas Silva Fonseca, que entregou o nome do comparsa. Um terceiro envolvido no crime está foragido.

Leandro confessou e justificou o crime alegando que a vítima já havia tentado matá-lo. Porém, a versão foi rebatida pela Polícia. Conforme o delegado Weber Luciano Medeiros, responsável pela investigação, o crime foi motivado por ciúme. A vítima teve um relacionamento amoroso com atual esposa do assassino.

Conforme o delegado, Leandro é altamente perigoso e pertence a uma organização criminosa de traficantes de drogas. Segundo Weber, o acusado era responsável por cometer os homicídios a mando dos chefes do grupo. " Para se ter uma ideia, ele andava com segurança armados que faziam a sua proteção. Ele tem essa cara de bom moço, mas é super perigoso".

Leandro tem várias passagens na Polícia e estava foragido da Colônia Penal Agrícola de Campo Grande.

Emocionados, familiares da vítima acompanharam a apresentação do preso. “Eu espero que uma mãe não passe pelo que eu estou passando. Eu acredito na justiça”, afirmou Claudia Medeiros Campos, 43 anos, mãe de Lennon.

Ela estava com a filha da vítima no colo, que nasceu uma semana depois do crime. Os familiares estão programando uma manifestação pela morte do rapaz no dia do júri popular do assassino.

Crime – O assassinato aconteceu por volta das 23 horas do dia 16 de julho, frente a um bar na rua Catanduva, no bairro Estrela do Sul, em Campo Grande. Um carro com duas pessoas se aproximou e efetuou vários disparos. Lennon foi atingido por mais de cinco tiros. Uma das balas o pescoço do jovem que chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu no posto de saúde do bairro Coronel Antonino.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário