A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

18/05/2011 09:45

Policial civil que matou colega com tiro vai a júri popular dia 3 de junho

Aline dos Santos
Elaine foi morta dentro de carro em março de 2009. (Foto: Marcelo Victor/Arquivo). Elaine foi morta dentro de carro em março de 2009. (Foto: Marcelo Victor/Arquivo).

O policial civil Cleidival Antônio Vasques Bueno, assassino confesso da também policial civil Elaine Olando Viana Yamazaki, vai a júri popular no dia 3 de junho.

Inicialmente, o julgamento havia sido marcado para dezembro de 2009, mas a defesa recorreu ao TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). No entanto, todos os recursos foram negados.

Elaine Yamazaki foi morta em março de 2009. Ela estava dentro de seu carro, conversando com Cleidival, quando ele atirou. O crime foi na Vila Carvalho, em Campo Grande.

Elaine tinha saído da universidade, onde cursava Direito, e parou o carro, um Fiesta, para conversar com o policial, que a seguia em uma motocicleta.

O policial civil foi preso no dia seguinte ao assassinato, mas foi solto em agosto de 2009 por força de habeas corpus. À época, ele alegou que o disparo foi acidental.

A investigação apontou que os dois mantinham um relacionamento amoroso. A família da vítima negou o envolvimento. Os dois eram lotados na Deam (Delegacia da Mulher).

O MPE (Ministério Público Estadual) enquadrou Cleidival em homicídio duplamente qualificado, por utilizar recurso que dificultou a defesa da vítima e motivo fútil.



Que a Justiça seja feita!!
 
Luana Pinheiro em 18/05/2011 08:09:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions