ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, SEGUNDA  04    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Prefeitura amplia fiscalização aérea e Semadur terá drones

Quatro desses equipamentos mais câmera e outros itens serão usados em avaliação imobiliária

Lucia Morel | 14/02/2022 18:42
Área populacional de Campo Grande conforme o Simgeo. (Foto: Reprodução Simgeo)
Área populacional de Campo Grande conforme o Simgeo. (Foto: Reprodução Simgeo)

 Ainda em andamento com a concorrência de empresa que fará fotografias aéreas de Campo Grande para fiscalização de imóveis e outros serviços, a atuação está sendo ampliada com a compra de drones para a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana).

Licitação aberta visa a compra de quatro desses equipamentos mais câmeras, baterias, softwares e outros itens necessários para o uso em “atividades fiscais da Avaliação Imobiliária”, conforme o edital que prevê investimento de R$ 658.572,93.

Pela justificativa da concorrência, o serviço é necessário porque “há distorções de avaliação imobiliária, exigindo vistoria de campo, muitas vezes em locais inacessíveis, e dependendo da equipe de cartografia para um perfeito levantamento, cuja demanda é maior que a disponibilidade de pessoal.”

A Semadur ainda argumenta que as fotos por drones vai poder fiscalizar as invasões de áreas públicas, “uma vez que as edificações irregulares são erguidas rapidamente e de forma desordenada, tornando a tarefa complexa e arriscada para sua realização, cuja solução se viabiliza com a utilização de drones.”

Além disso, a secretaria destaca que “o drone com GPS RTK substituirá o levantamento realizado pelas equipes em solo, também dará suporte para outros trabalhos que são desenvolvidos pela fiscalização e outras demandas.”

Por fim, entre outras tarefas a serem realizadas com os equipamentos estão suporte de reconhecimento e registro para laudos de avaliação rural, para cálculo de ITBI (Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis); integração do cadastro imobiliário com uma base cartográfica.

Nos siga no Google Notícias