ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, QUARTA  03    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Prefeitura assina contratos para asfaltar três bairros da Capital

Entre os contratos está também revitalização da Avenida Bom Pastor e construção de parque de esportes radicais no Jardim Noroeste

Por Ana Paula Chuva | 17/09/2020 08:21
Corredor gastronômico na Avenida Bom Pastor será revitalizado. (Foto: Marina Pacheco | Arquivo)
Corredor gastronômico na Avenida Bom Pastor será revitalizado. (Foto: Marina Pacheco | Arquivo)

A prefeitura de Campo Grande assina nesta quinta-feira (17) três contratos que garantem a liberação de recursos para execução de obras de pavimentação e recapeamento de ruas em três bairros, revitalização da Avenida Bom Pastor e construção de um parque de esportes radicais no Jardim Noroeste.

Os contratos com a Caixa Econômica estão previstos para serem assinados às 10h de hoje e garantem R$ 97.917.500 para as obras que devem começar entre março e maio de 2021.

Do valor, R$ 40 milhões serão destinados para 32 quilômetros de pavimentação e 9,5 quilômetros de recapeamento nos bairros Rita Vieira, Parque Dallas e no Residencial Oliveira (2 e III).

No Rita Vieira serão feitos 25 km de asfalto e 7,8 km de recapeamento. No Parque Dallas são 4 km de asfalto e 7 km no Oliveira.

Corredor Gastronômico – Para as obras da Avenida Bom Pastor serão destinados R$ 23, 880 milhões para o recapeamento do trecho entre a Avenida Eduardo Elias Zahran e a Rua Domingos Jorge Velho, além das transversais.

Será construída também uma praça na altura da Rua do Marco e o projeto prevê ainda padronização das calçadas, paisagismo, reforço na iluminação pública e criação de áreas de convívio.

Fibra óptica – Parte dos recursos, R$29.037.500, vão ser destinados para o projeto Conecta que prevê a instalação de 70 mil metros de rede de fibra óptica para interligar as repartições públicas e implantação de central de controle integrado para melhorar a prestação de serviços aos cidadãos.

Parque de esportes – Por fim, no Jardim Noroeste a construção de um espaço para prática de esportes radicais como prática de skate, escalada, stand up, motocross e mountain bike terá o investimento de R$ 5 milhões dos recursos.

O espaço será construído em uma área de 135 mil metros quadrados, onde funcionava o antigo aterro de entulhos da construção civil, interditado em 2016.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário