ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, DOMINGO  11    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Ministério aprova R$ 23,8 milhões para revitalização da Avenida Bom Pastor

Prefeitura pode contratar crédito para obras de requalificação de vias e de infraestrutura no local

Por Jones Mário | 10/08/2020 11:01
Trecho da Avenida Bom Pastor, no Bairro Vilas Boas, região central de Campo Grande (Foto: Arquivo)
Trecho da Avenida Bom Pastor, no Bairro Vilas Boas, região central de Campo Grande (Foto: Arquivo)

O ministério do Desenvolvimento Regional aprovou financiamento de R$ 23,8 milhões para obras de requalificação do Corredor Gastronômico, Turístico e Cultural do Bairro Vilas Boas, na Avenida Bom Pastor, região central de Campo Grande. Os recursos serão repassados pelo governo federal via Programa de Desenvolvimento Urbano, o Pró-Cidades.

O aval foi publicado em portaria na edição de hoje (10) do DOU (Diário Oficial da União). Do total financiado, R$ 22,6 milhões serão aportados pelo Pró-Cidades. O restante, R$ 1,2 milhão, caberá à prefeitura, como contrapartida.

A contratação do crédito havia sido autorizada em fevereiro deste ano, pela Câmara de Vereadores. Segundo mensagem encaminhada à Casa de Leis pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD), as obras de requalificação vão contemplar vias e áreas públicas no entorno do Corredor Gastronômico.

Os serviços devem melhorar o trânsito na região. O ordenamento atual da Avenida Bom Pastor já não comporta o fluxo atual, que cresceu após a transformação da via em Corredor Gastronômico.

A ideia da administração é melhorar a segurança na região, a acessibilidade, sinalização dos estabelecimentos integrantes do Corredor, padronizar calçadas e possibilitar uso do espaço público para promoção de eventos culturais, festividades e encontros gastronômicos.

Os recursos do Pró-Cidades são oriundos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). As operações de crédito têm prazo de carência de até 48 meses, contados a partir da data de assinatura do contrato. O primeiro repasse deve ser feito em até 12 meses após o compromisso.

Em julho, o ministério do Desenvolvimento Regional autorizou o financiamento de R$ 28,5 milhões para outro projeto inscrito pela prefeitura da Capital no Pró-Cidades, o “Conecta Campo Grande”, que vai possibilitar implantação da rede pública de internet em fibra óptica, de alta velocidade, e sistema de monitoramento ambiental.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário