ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  20    CAMPO GRANDE 32º

Capital

Prefeitura cria grupo técnico para revisar lei sobre o “uso da cidade”

Trabalho será em conjunto com a Fapec, contratada por R$ 533.984

Por Aline dos Santos | 30/05/2024 11:12
Campo Grande tem população de 898.100 moradores. (Foto: Gabriel Marchese/Fly Drones_
Campo Grande tem população de 898.100 moradores. (Foto: Gabriel Marchese/Fly Drones_

A Prefeitura de Campo Grande criou grupo de trabalho para a revisão da Lei de Ordenamento do Uso e da Ocupação do Solo e do Código de Obras do Município. A atuação será em conjunto com equipe técnica da Fapec (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura), contratada por R$ 533.984.

A legislação faz o regramento do “uso da cidade”, como sistema viário e loteamento. O documento regula todo o uso do solo do município.

De acordo com o Decreto 15.948, publicado na quarta-feira (dia 29), em edição extra do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), o grupo de trabalho atuará para elaboração de legislação que observe aos princípios e diretrizes contidos na Lei Complementar 341, de 4 de dezembro de 2018. O documento trata do Plano Diretor de Campo Grande.

No papel, a busca é por uma cidade compacta, que respeite e que preserve o patrimônio natural e cultural do município, conciliando o desenvolvimento econômico e social, priorizando a melhoria dos seus bairros e de suas comunidades, bem como a proteção ao meio ambiente e que considere a função social da cidade e da propriedade como essencial ao seu desenvolvimento.

As diretrizes abrangem projeção até 2048, quando a estimativa é de 1,2 milhão de habitantes. Atualmente, a população é de 898.100 moradores.

Comissão – O grupo de trabalho será composto por representantes dos seguintes órgãos: Planurb (Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano), Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana), Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) e Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

A avaliação deve ser concluída ao término do contrato com a Fapec, que foi publicado neste mês e prevê duração de 210 dias.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias