ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  22    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Em Brasília, Prefeitura busca verba para retomar obras de escolas em 12 bairros

Secretário de Educação ainda tenta destravar recursos para obras do PAC, totalizando R$ 10 milhões

Por Izabela Cavalcanti | 17/04/2024 15:47
Obra inacabada de escola municipal na Vila Nathália, no Portal Caiobá (Foto: Alex Machado)
Obra inacabada de escola municipal na Vila Nathália, no Portal Caiobá (Foto: Alex Machado)

A Prefeitura de Campo Grande quer retomar obras federais de escolas localizadas em 12 bairros. Para isso, nesta quarta-feira (17), o secretário municipal de Educação, Lucas Bittencourt, foi até Brasília participar de reunião com o FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação).

“A pedido da prefeita Adriane Lopes, estamos em Brasília buscando investimentos para nossa Capital, para captação de recursos, análises de obras inacabadas e novos projetos do PAC [Programa de Aceleração do Crescimento], totalizando R$ 10 milhões”, disse.

Ainda de acordo com o secretário, as obras com recursos federais que serão retomadas por processo licitatório são: Jardim Talismã; Jardim Radialista; Moreninha II; Jardim Colorado; Serraville; Jardim Nashville; Popular; e Anache.

Outra escola que também vai entrar na lista é a da Vila Nathália, no Portal Caiobá, que iniciou as obras em 2019, mas foi interrompida pela própria empresa vencedora da licitação devido à pandemia, de acordo com a Prefeitura de Campo Grande.

A obra tem 2.651 metros quadrados de área construída, 12 salas de aula, laboratório, quadra poliesportiva coberta e instalações administrativas ao custo de R$ 3.423.368,88. Em julho de 2014, foi liberada a primeira parcela, no valor de R$ 684.673,78.

As obras retomadas já em execução e que tiveram liberação de recurso federal foram nos bairros Oliveira III; Inápolis e São Conrado.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias