ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEGUNDA  20    CAMPO GRANDE 15º

Capital

Prefeitura pode fechar atendimento 24h no posto do Tiradentes

A unidade de saúde seria destinada a atendimento exclusivo da pediatria

Por Aline dos Santos | 15/05/2024 11:58
Posto de saúde no Bairro Tiradentes, em Campo Grande. (Foto: Paulo Francis)
Posto de saúde no Bairro Tiradentes, em Campo Grande. (Foto: Paulo Francis)

A proposta de retirar o atendimento 24 horas para adultos do CRS Tiradentes (Centro Regional de Saúde Dr. Antônio Pereira) preocupa moradores do bairro e o alerta foi levado à prefeitura durante reunião dos conselheiros da região urbana do Bandeira, realizada na noite de terça-feira (dia 14). O local seria destinado a atendimento exclusivo da pediatria.

“A iniciativa é até louvável, mas não da maneira como vai ser feito. Eles querem acabar com o nosso posto 24 horas aqui do Tiradentes, que também atende vários bairros ao redor. Para criar somente uma unidade de pediatria. Somos contra a retirada do atendimento 24 horas”, afirma Paulo Godoy, conselheiro e presidente da Associação de Moradores dos Bairros Tiradentes 2, 3 e Nova Tiradentes.

Com essa mudança, o atendimento para adultos permaneceria na USF (Unidade de Saúde da Família), o “postinho”, mas que atende de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h.

Desta forma, após às 23h e aos finais de semana, os moradores da região urbana do Bandeira teriam que se deslocar para bairros mais distantes, como Coronel Antonino, Universitário e Moreninhas.

“A secretária de Saúde [Rosana Leite] esteva presente na reunião e nós apresentamos nossas pontuações. Mas ela foi bem enfática em dizer que isso vai acontecer. A gente acha até louvável o centro infantil, mas a gente não quer que acabe o 24 horas”, afirma Paulo. A reunião foi no auditório da Planurb (Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano).

Durante a reunião, o morador Raoni Neves, 36 anos, questionou a perda do serviço de saúde e o impacto para o Tiradentes e bairros vizinhos. “Como morador, alguém que está ali no dia a dia e luta pela comunidade, eu quero discordar. Planejaram a região do Bandeira de uma forma que não acreditei, colocaram duas UPAs com cinco quilômetros de distância para atender toda a região”. Ele mora no Tiradentes e busca atendimento no serviço 24 horas do CRS.

A região urbana do Bandeira abrange bairros como Maria Aparecida Pedrossian, Tiradentes, São Lourenço, Rita Vieira, Moreninha, Dr Albuquerque, Jardim Paulista, Carlota, TV Morena e Vilasboas.

Fase de concepção - Segundo a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), o projeto está em fase de concepção. Inicialmente, foi escolhida a estrutura do CRS Tiradentes para abrigar o pronto atendimento infantil.

Além do atendimento médico pediátrico, a unidade teria fisioterapeuta, assistente social e outros profissionais da área da saúde.

"Está sendo construído junto com o Conselho Municipal de Saúde, Conselho Local, inclusive, isso foi tratado na reunião de ontem e a ideia é que os atendimentos adultos sejam direcionados, sobretudo aqueles de menor gravidade, para a Unidade de Saúde da Família, que fica no complexo do Tiradentes", informa a Sesau.

A unidade que funciona até às 22 horas teria reforço de profissionais. "E aí qualquer intercorrência de maior gravidade no próprio pronto atendimento infantil poderia ser atendido o adulto. Caso a pessoa queira buscar um atendimento de urgência, teriam as outras unidades da região para atendimento, no caso ali você tem na região Bandeira a UPA Moreninha e UPA do Universitário, além do CRS Nova Bahia e a UPA Coronel Antonino".

Conforme  a Sesau, é importante ressaltar que as outras unidades de urgência irão continuar mantendo os atendimentos infantis, então não seria uma centralização de atendimento, apenas uma qualificação com uma unidade específica, com atendimento multiprofissional. Ainda não tem data definida para a mudança.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.


Nos siga no Google Notícias