A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

13/11/2017 10:55

Prefeitura prepara compra de remédios por R$ 2,8 milhões para rede pública

Extrato foi publicado no Diogrande desta segunda-feira e não informa quantidade nem quais são os medicamentos

Mayara Bueno
Caixa de Clonazepam, remédio que estava em falta na rede pública. (Foto: André Bittar/Arquivo).Caixa de Clonazepam, remédio que estava em falta na rede pública. (Foto: André Bittar/Arquivo).

A prefeitura de Campo Grande divulgou a adesão a uma ata de registro de preços para compra de medicamentos por R$ 2,8 milhões. O extrato publicado nesta segunda-feira (13) corrige o documento publicado semana passada.

Conforme o documento, o contrato, já assinado, é com as empresas Científica Médica Hospitalar; Cirúrgica MS; Comercial Cirúrgica Rioclarense; Soma/PR Comércio de Produtos Hospitalares; Hospfar Indústria e Comércio de Produtores Hospitalares e Cristália Produtos Químicos Farmacêuticos.

Na edição de 8 de novembro, a prefeitura informava compra de R$ 1,1 milhão. Nos dois casos, a publicação se refere à adesão de ata de registro de preços para compra de remédios.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) ficou de levantar a quantidade e quais remédios estão incluídos no contrato. Também vai informar a previsão de chegada nas unidades de saúde de Campo Grande.

Em outubro, o Campo Grande News reportou a falta de Clonazepam, o Rivotril, como é popularmente conhecido um dos remédios utilizados para tratamento psiquiátrico. O medicamento já estava em falta há um mês.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions