ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, QUARTA  22    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Prefeitura tem 13 equipes nas ruas para consertar estragos das chuvas

Estragos foram causados por grande quantidade de chuva fora de época, explica prefeitura

Por Clara Farias e Antonio Bispo | 17/04/2024 11:13
Trecho alagado no cruzamento da Avenida Ernesto Geisel com Rua Dom Aquino (Foto: Marcos Maluf)
Trecho alagado no cruzamento da Avenida Ernesto Geisel com Rua Dom Aquino (Foto: Marcos Maluf)

Com 86 pontos de alagamento monitorados em Campo Grande, 13 equipes da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) estão nas ruas fazendo consertos e manutenção. Dos registros, os 15 pontos considerados "mais críticos" estão na região da Lagoa Itatiaia, Los Angeles, Caioba, Nova Lima, Columbia e Nova Campo Grande.

De acordo com a prefeita Adriane Lopes (PP), a secretaria está monitorando o mapa da malha viária da cidade, que possui 4.096 km de via urbana. Desse total, 3.080 são ruas pavimentadas e o restante, 1.015 quilômetros, vias não pavimentadas.

Segundo ela, as equipes trabalham sem parar para fazer os reparos pós-chuva e evitar novos alagamentos. "Nós estamos há 20 dias com uma chuva fora de época. Em abril não se tem essa chuva abundante, mas para tudo a gente tem que estar preparado", comentou.

Ela ainda comenta que as equipes fizeram a desobstrução dos bueiros da Rua Catiguá na manhã desta quarta-feira (17). "Fizemos a limpeza do local, porque a população jogou lixo no local, mas nossas equipes estão monitorando outras vias que recorrentemente tem problemas em períodos de chuva como a rotatória da Mato Grosso, com a Via Parque", comentou.

Segundo a chefe do Executivo, o local não alagou devido à bacia de contenção construída nos altos da Avenida Mato Grosso. No cruzamento da Avenida Rachid Neder com a Ernesto Geisel, a obra para resolver os problemas de alagamento custaria R$ 200 milhões aos cofres públicos, motivo pelo qual foi descartado. "Como é muito caro, uma alternativa que solucionará será as bacias de contenção que vamos construir nas regiões em volta, ao longo do ano", explicou a prefeita.

O titular da Sisep, Marcelo Miglioli, explicou que estão com seis equipes de empresas terceirizadas cuidando de vias não pavimentadas, e sete equipes cuidando das vias pavimentadas. "Além de uma estrutura própria da Sisep, que conta com equipe de manutenção, limpeza, equipes da área rural, e equipes de podas de árvore e desobstrução de drenagem", comentou ele.

Secretário da Sisep, Marcelo Miglioli, ao lado da prefeita Adriane Lopes (PP). (Foto: Henrique Kawaminami)
Secretário da Sisep, Marcelo Miglioli, ao lado da prefeita Adriane Lopes (PP). (Foto: Henrique Kawaminami)

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias