A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 17 de Agosto de 2019

20/09/2012 11:08

Presa dupla que matou rapaz a facadas, após ele negar cigarro

Francisco Júnior e Luciana Brazil
James durante coletiva na delegacia. (Foto: Rodrigo Pazinato)James durante coletiva na delegacia. (Foto: Rodrigo Pazinato)
Jonas nega o crime. (Foto: Rodrigo Pazinato)Jonas nega o crime. (Foto: Rodrigo Pazinato)

A Polícia apresentou na manhã de hoje (20), dois suspeitos de matar a facadas David Custodio Fonseca Pereira, 19 anos, no dia 5 de julho deste ano na avenida Redentor, entrada do bairro Panorama, em Campo Grande. Jonas Oliveira Rezende, 18 anos, e James Deann Lucas Martins, 19 anos, negam o crime.

David foi morto quando voltava com amigos dos altos da avenida Afonso Pena. Ele esteve no local participando da comemoração do título do Corinthians na Libertadores da América.

Os suspeitos foram reconhecidos pelos amigos da vítima. De acordo com o delegado Devair Aparecido Francisco, responsável por investigar o caso, David foi abordado pelos bandidos que pediram para ele um cigarro. O rapaz disse que não tinha e acabou atingido com pelo menos oito facas, informou o delegado. “Foi por motivo fútil”, acrescentou Devair.

As investigações sobre esse caso ainda não foram encerradas. A Polícia investiga se outras pessoas participaram do homicídio.

James foi preso no último dia 11 pela Polícia Militar após roubar uma motocicleta. No mesmo dia, a justiça já havia decretado a prisão dele pela morte de David.

Jonas foi preso na casa dele na segunda-feira (17), no Jardim Panorama. Os dois serão transferidos ainda hoje para o presídio de trânsito. Ambos já têm passagem na Polícia.

David trabalhava como repositor de mercadorias no supermercado Extra.



Jonas não tem participação,este horário não tem coicidéncia,ele estava comigo logo dez minutos depois do jogo se for muito,meu filho pede ter errado sim em sua vida guando de menor,mais este homicídio tenho fé em Deus não lhe pertence!
 
antonio carlos pereira de rezende em 20/09/2012 10:52:23
Parabéns ao dr. Davair e equipe! O crime brutal desses não poderia ficar sem punição!
 
Reginaldo Salomão em 20/09/2012 01:02:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions