ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Presa quadrilha especializada em furtar condomínios de luxo em Campo Grande

Grupo é suspeito de furtar dinheiro, dólares, euros, cerca de R$ 500 mil em joias, armas e munições

Viviane Oliveira | 29/04/2022 09:32
Cinco integrantes da quadrilha especializada em furtos em condomínios de luxo foram presos por policiais da Derf. (Foto: Divulgaçao/Derf)
Cinco integrantes da quadrilha especializada em furtos em condomínios de luxo foram presos por policiais da Derf. (Foto: Divulgaçao/Derf)

Quadrilha especializada em furtos em condomínios de luxo em Campo Grande foi presa por policiais da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), nesta quinta-feira (dia 28), em Campo Grande. O grupo é suspeito de furtar dinheiro, dólares, euros, cerca de R$ 500 mil em joias, armas de grosso calibre, munições e outros objetos dos residenciais Golden Gate, Damha e Terraville.

Foram presos por associação criminosa: Solange Ferreira Lima, 47 anos, Luiz Gustavo Brunetto, 24 anos, Valdeir Pereira de Moraes, 27 anos, Rafael Ferreira Fernandes, 27 anos, e Bruno Norberto Artur, 21 anos. Eles passarão por audiência de custódia na Justiça nesta sexta-feira (29), para definir se ficarão presos esperando o andamento do inquérito ou se poderão responder em liberdade.

Alguns dos produtos que foram furtados pela quadrilha. (Foto: Divulgação/Derf)
Alguns dos produtos que foram furtados pela quadrilha. (Foto: Divulgação/Derf)

Conforme a investigação, o grupo invadia os condomínios nos sábados e feriados, utilizava geralmente terrenos baldios, que dão acesso aos residenciais. Em um dos casos, por exemplo, registrado no Condomínio Golden Gate, no Carandá Bosque, pelo menos quatro membros da quadrilha, em VW Gol prata, desembarcaram e acessaram o condomínio por um terreno baldio aos fundos.

Eles cortaram a concertina e entraram numa das residências. A suspeita da polícia é de que a quadrilha já furtou, no total, joias avaliadas em mais de R$ 500 mil, que foram comercializadas para ourives no Estado de São Paulo. Entre os objetos levados pelos bandidos, estão armas de grosso calibre, munições, R$ 70 mil em dinheiro, dez mil dólares e cinco mil euros, joias bijuterias, televisores, caixa de som.

Nos siga no Google Notícias