A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

21/02/2013 14:35

Presidiário vai a júri popular novamente por morte de agente penitenciário

Nadyenka Castro
João Bosco Sanabria vai a júri popular novamente. (Foto: Pedro Peralta)João Bosco Sanabria vai a júri popular novamente. (Foto: Pedro Peralta)

O presidiário João Bosco Sanábria de Carvalho vai novamente a júri popular pela morte do agente penitenciário Ângelo Aparecido Lemes Galarza Perez, ocorrido no dia 20 de junho de 2004, em Campo Grande.

Em março do ano passado, João Bosco Sanábria foi condenado a 17 anos de prisão pelo crime. A defesa dele não concordou e recorreu ao TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), que determinou a realização de novo julgamento.

Agora, João Bosco senta novamente no banco dos réus do Tribunal do Júri no dia 8 de março, a partir das 8 horas.

De acordo com a acusação, de dentro do presídio, João Bosco mandou matar Ângelo, o qual foi morto com 12 tiros quando estava em um lava-jato localizado na rua Mascarenhas de Moraes, em Campo Grande. A investigação sobre o caso só foi concluída seis anos depois.

Acusado de ser o autor dos disparos, Marcos Júnior Mendes de Souza está foragido. O homem apontado como intermediador do crime foi encontrado morto alguns meses após o assassinato de Ângelo.

João Bosco Sanábria de Carvalho é apontado como integrante da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) e foi um dos líderes das rebeliões ocorridas em presídios do Estado no Dia das Mães de 2006. Ele estava em Três Lagoas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions