ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  19    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Preso que afirma ter sido "expulso" por facção é foragido, segundo Agência

Ele procurou a 2ª DP ontem para registrar boletim de ocorrência e afirmou ser coagido por internos faccionados

Por Nyelder Rodrigues | 23/09/2020 15:31
Fachada da Casa do Albergado (Foto: Marcelo Calazans/Arquivo Campo Grande News)
Fachada da Casa do Albergado (Foto: Marcelo Calazans/Arquivo Campo Grande News)

O detento de 30 anos que procurou a Polícia Civil e registrou boletim de ocorrência alegando ter sido impedido de permanecer na Casa do Albergado, unidade para cumprimento de penas em regime aberto em Campo Grande, será considerado evadido do sistema penal pela Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) caso siga sem comparecer à Casa do Albergado.

Cumprindo pena por estupro de vulnerável, o homem deu entrada na nova unidade para cumprir a etapa mais branda de sua sentença ontem (22). Segundo a Agepen, ele passou por toda preleção, onde as regras do local são repassadas ao detento e também recebeu a carteira de identificação como albergado do sistema penal estadual.

"Pela rotina descrita, ele deveria retornar às 16h30, mas não retornou e não informou nada a direção sobre estar sendo coagido. Assim, ele é considerado evadido", explica a Agepen, por meio da assessoria de imprensa, acrescentando ainda que na cela onde ele ficaria só há internos que cometeram crimes sexuais ou de violência doméstica.

Na tarde de terça-feira, o preso registrou o boletim na 2ª DP (Delegacia de Polícia Civil) relatando que internos da Casa do Albergado, que seriam integrantes de facção criminosa, impediram sua permanência na unidade. Contudo, não foi informado a qual facção eles pertencem, nem quem seriam esses presos nem de como ocorreu tal situação.

O caso foi registrado como preservação de direito. O preso justificou que, justamente para evitar sanções por não cumprir as medidas punitivas as quais está sujeito por decisão judicial, procurou à polícia. Ele também disse temer pela integridade física.

Casa do albergado - Oficialmente chamado Estabelecimento Penal de Regime Aberto e Casa do Albergado de Campo Grande, o local fica na Vila Sobrinho - oeste da cidade - e é onde os detentos cumprem suas penas que já estão em fase de regime aberto. O espaço é considerado de segurança mínima e é destinado apenas para pessoas do sexo masculino.

A unidade tem capacidade para 240 internos, contudo, segundo o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, afirmou ao Campo Grande News em agosto, por causa da covid-19 o local está com aproximadamente 200 presos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário