A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

29/09/2015 12:32

Projeto vai abordar direitos humanos com 650 alunos da rede estadual

Flávia Lima
Alunos participam de lançamento de programa que estimula a cidadania. (Foto:Divulgação)Alunos participam de lançamento de programa que estimula a cidadania. (Foto:Divulgação)

O projeto “Direitos Humanos Vai à Escola”, lançado em agosto deste ano, realizou sua primeira edição com alunos do 8º e 3º ano da Escola Estadual Manoel Bonifácio Nunes da Cunha, no Jardim Tarumã, na Capital. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho, através da Superintendência de Direitos Humanos, o projeto conta com oficinas que irão atender 650 alunos da rede estadual de Educação.

Segundo a superintendente de Direitos Humanos da Sedhast, Ana Lúcia Américo, o diferencial do programa é a flexibilização dos temas de acordo com a realidade de cada escola e de cada região de atuação. “Conversamos com a direção da escola e professores, previamente, e assim adequamos as atividades em consonância com as demandas locais, isso tudo com o objetivo de atingirmos os pontos necessários de troca de experiências com os alunos”, explicou.

Para a diretora da escola, Leonor Viveiros, o projeto é uma oportunidade de interação dos alunos com temas relacionados a realidade escolar e familiar.

O projeto vai atender alunos em quatro escolas estaduais participantes. Os alunos de turmas selecionadas nas escolas estaduais Manoel Bonifácio, Aracy Eudociak, Thereza Noronha e Delmira Ramos terão oito encontros, cada turma, com atividades participativas e oficinas envolvendo atualidades, debates e reflexões.

A ideia também é sensibilizar alunos sobre a integralidade do ser humano e o respeito às diferenças, evitando a discriminação de grupos marginalizados, visando o estímulo a cidadania. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions