A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Setembro de 2019

30/08/2019 08:58

Publicada nova tentativa de licitar obra em rotatória, sem exigir experiência

Depois que certame resultou deserto, licitação para reforma é relançada sem pedir que empresas já tenham feito obra semelhante

Izabela Sanchez
Momento raro de pouco fluxo na rotatória (Foto: Henrique Kawaminami)Momento raro de pouco fluxo na rotatória (Foto: Henrique Kawaminami)

A Prefeitura tenta - pela segunda vez -, nesta sexta-feira (30), licitar a obra de reforma e adequação das rotatórias entre a Rua Joaquim Murtinho e a Ceará. A primeira seleção de empresas resultou deserta, sem nenhuma proposta. Com valor de referência de R$ 836.458,81, abaixo do que foi estimado no anúncio da obra, a licitação não alterou valor, mas retirou a exigência de que a empresa tenha experiência de “qualificação técnica-operacional” em obra semelhante.

A questão já havia sido comentada pelo titular da Sisep (Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos), Rudi Fioresi, que declarou suspeitar que a exigência tivesse afastado as empreiteiras. “Como é uma obra pequena, estamos pensando em diminuir a exigência”, disse o secretário na quarta-feira (28).

O item subtraído exigia "comprovação de que a empresa já executou serviços de características e complexidades semelhantes". A exigência contempla dois itens prioritários elencados: "construção de pavimento com aplicação de concreto betuminoso usinado a quente" e "micro revestimento tipo lama asfáltica". Os dois tem unidades e quantidades especificadas.

Já o prefeito Marquinhos Trad (PSD) declarou desconfiar que as empresas tenham “combinado” de não participar do certame. “Ou entra com preço justo, ou não vai levar”, afirmou, sobre o preço que se mantem apesar da ausência de propostas na primeira tentativa.

Agora, as empreiteiras podem levar documentos e a proposta às 8h do dia 17 de setembro.

Obra – Pensada para adequar melhor o fluxo de veículos – a administração estima que 68 mil passem pelas rotatórias todos os dias - a obra prevê uma série de modificações no asfalto e na estrutura. A licitação estabelece, na exigência de execução, melhorar a capacidade de acomodação de grandes veículos de carga e de transporte coletivo. Para isso, determinou que a obra deveria implementar raio de curvatura na rotatória, preferencialmente, entre 15 e 20 metros.

Outro detalhe, afirma o documento técnico, é a “seção transversal” da pista rotatória. Segundo a exigência da licitação, deve ser inclinada para fora do centro da rótula “para não provocar aumento de velocidade” e melhor a visibilidade dos veículos.

A frente de trabalho inclui implantação de canteiros com guias transponíveis, mais seguro para o tráfego, além de “piso em grama esmeralda conseguida de vegetação adequada dando condições de visibilidade aos condutores”. A obra também contempla implantação de passeios e rampas de acessibilidade.

O destaque da Prefeitura, ainda assim, ficou para a instalação de semáforos inteligentes, para controlar melhor o tempo de abertura dos sinais, permitindo que a faixa com maior fluxo de veículos tenha prioridade.

*Matéria alterada às 10h30 do dia 30 para adição de informações.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions