A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

16/02/2011 14:10

Reconhecido por 11 motoristas, assaltante preso pela PM é solto na Derf

Danúbia Burema e Ricardo Campos Jr.

Revoltadas, vítimas diz que levarão caso à Sejusp

Diógenes (sem camisa) denunciou comparsas e casa de idoso onde fumava droga com dinheiro dos roubos. (Foto: Simão Nogueira)Diógenes (sem camisa) denunciou comparsas e casa de idoso onde fumava droga com dinheiro dos roubos. (Foto: Simão Nogueira)

Apesar de ter sido reconhecido por onze motoristas como autor de assaltos a ônibus do transporte coletivo urbano de Campo Grande, Diógenes Soares de Deus Oliveira, de 19 anos, preso ontem por policiais militares, foi solto pela Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos).

O motivo alegado foi que não havia mandado de prisão contra o jovem e outros dois comparsas presos junto com ele, Lívio da Costa, de 21 anos, e Fabio Henrique de Souza, de 31 anos, apontados por Diógenes como responsáveis pelos roubos a ônibus na região do Estrela do Sul.

A soltura causou revolta nos motoristas que foram vítimas da ação do rapaz. Presidente do sindicato dos trabalhadores do transporte coletivo, Demétrio Ferreira de Freitas afirma que após ser informado por um escrivão da Derf que Diógenes seria solto, todos os motoristas assaltados por ele foram convocados para o reconhecimento.

Onze deles foram à delegacia e confirmaram que os assaltos tinham sido cometidos pelo rapaz, segundo Demétrio. “A Polícia Civil com 11 BOs não emitiu nenhum mandado de prisão”, protesta.

Ele reclama que “faltou boa-vontade” para legalizar a prisão do rapaz. Após a soltura feita pela Derf, ele informou que os motoristas foram ao batalhão da Polícia Militar e pegaram cópia dos 17 boletins de ocorrência referentes aos assaltos feitos.

Polícia tem imagens de Diógenes assaltando vários coletivos. (Foto: Simão Nogueira)Polícia tem imagens de Diógenes assaltando vários coletivos. (Foto: Simão Nogueira)

Provas - Diógenes Soares de Deus Oliveira, de 19 anos, foi preso pelo serviço reservado da PM no Jardim Columbia. Ele foi reconhecido em 17 filmagens de assaltos a ônibus do transporte coletivo. A polícia acredita que ele possa ter cometido outros roubos.

O jovem não utilizava arma de fogo, simulando com a mão ou um pedaço de ferro, que estaria portando um revólver. O produto do assalto era usado na compra de droga.

No último domingo, Diógenes cometeu mais um assalto. Ele estava solto desde o dia 11 de novembro e tem passagem por roubo.

Os trabalhadores irão anexar aos boletins as imagens feitas pelas câmeras do circuito interno de segurança dos ônibus, que mostram nitidamente o rosto de Diógenes, e montar um relatório que segundo eles será entregue à Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública).

“Viemos na Derf e o escrivão falou que não adiantava. O cara lá foi solto e o pessoal está revoltado. É difícil prender um assaltante de ônibus e quando prende, é solto”, questiona o representante dos motoristas. “A sensação de impunidade é grande”, resume.

Legalidade – O delegado titular da Derf, Roberval Maurício Cardoso Rodrigues, informou por meio da assessoria de imprensa da Polícia Civil que os presos levados ontem à delegacia não estavam detidos em flagrante nem tinham mandado de prisão. Desta forma, seria ilegal mantê-los presos, apesar do reconhecimento das vítimas.

O delegado detalhou também, via assessoria, que os presos foram indiciados e no decorrer da investigação há possibilidade de a autoridade policial decretar a prisão preventiva se julgar necessário.

Questionada sobre porque a prisão não foi pedida ontem mesmo, a assessoria informou que o pedido é sigiloso e por isso não pode ser divulgado. Contudo, não foi confirmado se o delegado já pediu ou não a prisão dos rapazes.

A Derf completou ainda que, após o reconhecimento feito por nove testemunhas, poderá pedir a prisão de Diógenes.



sou estudante de direito realmente e uma calamidade o que vemos todos os dias " e um prende e solta inesplicavel "
 
jefferson alves em 29/03/2011 10:00:04
CHEGA A SER UMA PROVA DE IGNORÂNCIA JURÍDICA ESSE ASSUNTO; O RAPAZ NÃO FOI PRESO E SIM CONDUZIDO, PARA SER SUBMETIDO A RECONHECIMENTO PESSOAL E OUTRAS DILIGÊNCIAS. DEPOIS FOI PARA CASA. CABE A POLÍCIA AGORA, EM FACE DA SOLUÇÃO DE CONTINUIDADE DA ORDEM PÚBLICA, REQUERER A PRISÃO PREVENTIVA OU PROVISÓRIA DO INDICIADO E AGUARDA QUE A ORDEM DE PRISÃO CHEGUE AS MÃOS DO DELEGADO, PARA QUE O INDICIADO SEJA PRESO. É PERDER TEMPO DISCUTIR UM ASSUNTO TÃO CLARO
 
JOSE FILHO em 22/03/2011 04:53:18
É INCRÍVEL. O SUJEITO CUMPRE A LEI E AINDA É CRITICADO. NOSSA SOCIEDADE É REALMENTE HIPÓCRITA..........
 
JOSE FILHO em 22/03/2011 04:48:11
Não acredito que meu comentário será publicado, mas pelo sim pelo não, vai aí...
O saber votar ou não saber é uma questão muito relativa. A sociedade manifesta de várias formas e sempre é à favor dos marginais até que não seja vítima.
A sociedade não conhece as Leis pelas quais lutaram ou não (pois existe leis em vigor desde os tempos de meu bisavô) e cobra do sitema judiciário e das polícias atitudes que muitas vezes depois de tomadas até se revolta de forma equivocada e sempre contra os poderes que fizeram valer a justiça.
Todos só querem direitos e se esquecem dos deveres. É hora de melhorar um pouco nossa cultura e expandir nossos conhecimentos naquilo que nos faz necessário para o convívio social de bem estar.
 
Ezio José em 17/02/2011 11:38:30
Ladrão bom e ladrão morto e enterrado em pé para não ocupar espaço!!!!
 
roberto fassina em 17/02/2011 11:24:49
Concordo com o Sebastião, realmente para se prender alguém tem que ser em flagrante delito ou sob mandado judicial. Porém nada impede que de acordo com o art. 312 do Código de Processo Penal, a autoridade policial, nesse caso o delegado, poderia ter requisitado a prisão preventiva do acusado como garantia da ordem pública ou para assegurar a aplicação da lei penal, quando houver prova da existência do crime e indícios de autoria. Acho que as filmagens, por mais que necessitem ser periciadas, já são provas de autoria e materialidade.
 
Pedro Alvarenga em 17/02/2011 10:28:43
Quem não tem cultura somos nós...não sabemos das leis ...agora prestem atenção ...esse ladraozinho sabe ...imagina se ele mata um policial ...será que ele precisa de mandato de prisão ...será que ele se apresenta depois do flagrante e é solto ?
Ou será que ... " Ele foi morto porque reagiu a prisão " !!!
Parabéns pela ação de todos ...agiram de acordo com a lei, mas se tivessem um pouquinho de "boa vontade" ...esse cabrinha tava preso ...com certeza !!!
 
Ivanil Figueiredo em 17/02/2011 10:12:33
Vergonha!
Lamentavél!
 
Márcio Santos em 17/02/2011 09:51:01
Rapaz, este delegado tá ganhando o dele sem trabalhar, tá fazendo o quê- se não executa sua função pública - tá de paisagem , figurativo na delegacia , não precisamos de funcionários públicos para preencher espaços , queremos pessoas que trabalhem , exoneração já !!!!! ou SSP-MS terá que se explicar com a população sul matogrossense..............
 
ADEMAR COSTA NUNES em 17/02/2011 09:40:10
É isso aí, vamos deixar os bandidos presos, prender não gera receita para a policia e nem para a prefeitura e governo do estado, o que manda é o dinheiro e se o bandido não vai dar dinheiro pra ninguem não tem porque ficar solto, podiam solta o Beira Mar também, afinal ele não foi preso em flagrante.
 
maximiliano nahas em 17/02/2011 09:26:35
A Polícia Civil de MATO GROSSO DO SULLLLLLLLLL também e eficiente, mas se não houver um mandado de prisão expedido, não há como deter uma pessoa. Deve-se procurar saber o motivo de não haver mandados expedidos contra os meliantes, com tantas provas, principalmente filmagens.
 
Ederson Semioni em 17/02/2011 09:02:31
isso e uma vergonha , li uma reportagem anterior que um adolescente de 17 anos vai para a unei porque estava guiando uma moto, esse ladrao que mata . ameaça, invade onibus onde encontra-se uma agromerado pessoas muitas trabalhadoras, maes, crianças, esse pode ficar solto. Nao existe perigo para a sociedade neste caso. por isso que o Brasil esta desse jeito. Aqui em Campo Grande nao existe segurança, porque na propria policia nao podemos confiar, os maiores bandidos sao eles proprios.
 
jania oliveira arguilheira em 17/02/2011 08:59:34
O delegado agiu corretamente e de acordo com a lei. Lei, é isso que precisa mudar, pois o processo criminal tem muitas regalias, sendo uma delas o trâmite célere, o que causa tamanha revolta, pois os criminosos têm seus processos julgados muito rapidamente, enquanto os processos civeis que muitas vezes são mais urgentes e de cidadãos esperam anos para serem julgados, muitas vezes nem chegando a viver para ver a sentença. O justo seria TODOS OS PROCESSO TEREM TRÂMITE IGUAS, não dar celeridade a criminosos, isso sim seriam correto. Enxerguem legisladores!!!
 
PAULO ROBERTO DA SILVA em 17/02/2011 08:21:18
A Polícia Civil de Mato Grosso é uma das mais eficientes do país, se não a mais. Suas ações são, sempre, pautadas pelo Princípio da Legalidade. Foi observando esse princípio que o indivíduo foi solto. É a lei que disciplina quem deve ficar preso ou ser solto. Enquanto nossos legisladores não a mudar continuaremos nos indignando. Podem ter certeza de que os membros da Polícia Civil, como membros da sociedade, tem o mesmo sentimento. Estamos em uma democracia e as instituições devem observar as leis, deve-se agir com a razão e não com emoção.
Vejam o que diz nossa Constituição Federal: Art. 5º inciso LXI - ninguém será preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada de autoridade judiciária competente, salvo nos casos de transgressão militar ou crime propriamente militar, definidos em lei; no mesmo sentido o Codigo de Processo Penal:
Art. 282. À exceção do flagrante delito, a prisão não poderá efetuar-se senão em virtude de pronúncia ou nos casos determinados em lei, e mediante ordem escrita da autoridade competente (Juiz).
Art. 311. Em qualquer fase do inquérito policial ou da instrução criminal, caberá a prisão preventiva decretada pelo juiz, de ofício, a requerimento do Ministério Público, ou do querelante, ou mediante representação da autoridade policial.
Certamente é o que irá acontecer. Instaurado o Inquérito Policial o Delegado pedira a Pris ão Preventiva do indiciado, ao Juiz competente. Vejam o caso do Daniel Dantas quando o Delegado Federal Protógenes o prendeu o STF mandou soltá-lo imediatamente por não estar em Flagrante e ter o direito de responder o processo em liberdade. O mesmo se reproduz neste caso. O cidadão foi identificado, reconhecido por vítimas, agora irá responder ao processo para pagar pelos seus crimes, nos conformes da lei. É justa a lei? Acredito que não! Deve se-muda-la para atender os anseios da sociedade? Só a sociedade organizada é quem sabe! E quando o camarada mata outro, escapa do flagrante e se apresenta, prestando esclarecimento e sendo liberado? Está se beneficiando da lei conforme mencionamos acima. Se queremos uma nova legislação Penal, devemos aprender a votar. O caminho é votando em quem é sério e objetiva mudanças.
 
Sebastião Pereira dos Santos em 17/02/2011 07:54:02
ISSO É UMA ¨VERGONHA¨.


 
THIAGO VALEFRO SILVEIRA em 17/02/2011 07:39:28
A VERDADE É UMA SÓ, SE DENTRO DE UM DOS ONIBUS QUE ESTE MARGINAL ASSALTOU HOUVESSE UM FILHO DO DELEGADO QUE MANDOU SOLTAR, TENHO CERTEZA DE QUE ELE NÃO ESTARIA SOLTO, A POLICIA CIVIL E MILITAR DE CAMPO GRANDE SÃO AS MELHORES DO BRASIL E DO MUNDO, MAS SÓ QUANDO LHES CONVEM.
 
MAXIMILIANO NAHAS em 17/02/2011 04:18:57
Estes delegados do Estado de MS , não querem mais trablhar só querem estar em páginas de coluna social e em festas badaladas , asim não dá , a criminalidade vai avançar asustadoramente aqui em Campo Grande.....
 
Evanilde Mariano Barbosa em 17/02/2011 01:58:04
que vergonha isso ,,, bandido ja comprovado e solto,,, cade secretario seguranca onde esta??/ cade direitos humanos? motorista trabalham dia noite sao agredidos maltratados e humilhados e ficam por isso mesmo,,,,
 
roseli cardoso em 17/02/2011 01:54:27
Um comentário incorreto pode gerar muitas dúvidas. Não se esqueçam. A polícia pode Solicitar a Prisão, porém não pode decretá-la, pois isto compete ao Poder Judiciário. Por isso é necessário analisar friamente os comentários, para não cometer erros ou injustíças. Será que a prisão temporária ou preventiva não foi solicitada?
Podemos ficar indignados com as leis, porém, não podemos também, nos precipitar, para não cometermos injustiças..
 
Henrique Barbosa em 16/02/2011 11:28:55
Que vergonha, senhor Dr. Delegado e Policiais da DERF, talvez pq vcs não andam de onibus, e sim de carrões, como fica isso senhor SECRETÁRIO DE SEGURANÇA?
 
maria ceci em 16/02/2011 10:40:17
É pessoal concordo com todos q opinaram em especial o César Teixeira , Claúdio Arantes e Zuza.VIVA O DIREITO DOS "MANOS",pq na realidade só esse existe.Nunca vi uma viúva com filhos,q teve a vida do esposo trabalhador,pagante de todos os impostos ceifa por MARGINAIS, receber algum tipo de ajuda desse Direito Humanos... Então vamos trocar o nome para DIREITO DOS MANOS...Q tal?
 
neide de oliveira em 16/02/2011 10:14:20
Isso é que da a PM querer investigar, coloca o delegado em uma situação onde; se manter o cara preso até pedir o Mandado de Prisão, responde por abuso de autoridade e o próprio promotor que voces estao achando que vai fazer alguma coisa é o primeiro que vai pedir instauração do procedimento contra o delegado; se não prende o cara e cumpre a lei soltando o cara, ja que não estava em situação de flagrante, tem que segurar a ira da ignorante sociedade. Parabéns delegado o Sr. cumpriu a lei, fez o que determina a legislação. Trabalho de investigação deve ser feito pela POLICIA CIVIL, cumprindo e zelando pelo que determina a legislação. PM tem que trabalhar para o crime não acontecer.
 
Fernando Nascimento em 16/02/2011 09:09:26
tem que se caçar urgente mas urgentimente esta carteira deste delegado,brincadeira...este cidadão não pode ser uma autoridade de jeito nenhum.que vergonha para a policia...
 
haroldo jose fernandes nogueira em 16/02/2011 08:23:28
É preciso, aqui, diferenciar sobre o que é justo e o que é legal. Seria, sim, justo manter o suspeito, ainda mais que ele foi reconhecido por pelo menos onze vítimas. Porém não seria legal, tendo em vista que, conforme reza a nossa Constituição, "Ninguém será preso se não em flagrante delito ou por ordem expressa da autoridade policial". Este princípio protege a todos os cidadãos brasileiros de não serem submetidos a atos arbitrários, inclusive aqueles que estão revoltados com a situação ora apresentada. É uma instituição de um Estado Democrático de Direito. Na verdade, no caso em apreço, não pode se dizer que a PM prendeu o suspeito, porque ele não se enquadrava em nenhuma das situações que o permitem. O que fizeram foi conduzí-lo até a DERF, onde, depois das diligências desencadeadas a partir de então, principalmente o reconhecimento, a prisão preventida provavelmente foi requerida ao Juiz. Quem é do ramo sabe a demora em se conseguir um mandado desse, principalmente em Campo Grande, onde o caminho de uma representação é longa. Se o Delegado age diferente disso, e mantém o suspeito preso sem ordem judicial, ou sem estarm em situação de flagrante delito, os DIREITOS HUMANOS, MINISTÉRIO PÚBLICO, O PRÓPRIO PODER JUDICIÁRIO e consequentemente a CORREGEDORIA DA POLÍCIA caem em peso sobre o delegado, e ai então é a cabeça dele que é posta a prêmio. Esse é o sistema e não adianta espernear.
 
Paulo Souza em 16/02/2011 08:09:07
sou empresario conheço esse menino desde criança sempre frequentando minha loja ajudava no que possivel extremanente educado e confiavel ... até descobrir a tal da base ... droga que destruiu a vida desse menino e da familia dele ... tenho muita pena da mãe dele q é a que mais sofre com isto !!!! só tenho a dizer q me da uma tristeza enorme ver a situação desse garoto ... Drogas fazendo mais uma vitima nessa nossa capital ....
 
juliano carvalho em 16/02/2011 07:25:51
HUMANOS DIREITOS OU DIREITOS HUMANOS??
 
CARLOS DAMASCENO em 16/02/2011 07:07:36
é, quanto as pessoas que trabalha no transporte urbano juntamente com seus usuarios ficam a merce , na mão destes marginais , a policia consegue até prende los ,mais quando chega na mão do delegado ....é esta solto denovo rindo das pessoas a qual ele roubo e até dizendo vou de roubar de novo ..kkkkkkk diogenes só ñ esqueça que nos jamais iremos perdoa lo cuidado hem
 
everson mazlum em 16/02/2011 06:41:06
parabens!!!! mais uma vez a justiça mostra o quanto eh melhor assaltar,roubar e ser bandido...eh dessa forma q a justiça incentiva as pessoas a serem bandidas, afinal ser bandido solto ja é moda no brasil..eles sempre se dao bem...quando nao vao preso continuam roubando e quando vao preso nós que pagamos a comida deles...ainda tem gente q nao acredita no fim do mundo..afinal de contas,isso daki é um estado ou uma aldeia gigante?? vou abandonar meus estudos,estudar pra que?? vou continuar sendo um idiota...alias,nao deveria nem ter aprendido a ler,pq ao menos nao estaria lendo esse absurdo...
 
luis felipe em 16/02/2011 06:38:49
Inexplicável atitude da autoridade policial, pois , poderia requerer ao Juiz de plantão a decretação da prosão preventiva do acusado, informando as provas collhidas, o tipo de crime, ´numero de vítimas.
No presente caso, resta " as vítimas", mediante as provas dos fatos ( boletins de ocorrência) comunicarem atitude do Delegado, ao Ministério Público (Promotor de Justiça) onde o ele poderá requerer a prisão do acusado , como também representar o Delegado de Polícia.
 
Carlos Alberto Gonçalves em 16/02/2011 06:25:19
que furada feia em dr so porque foi o serviço reservado da pm que atuou os preso fez o serviço dela o que aderf tinha que fazelo atuar o individo o ladrao se o motorista mata um sugeito deste ladrao e capaz de ser preso
 
milton miguel em 16/02/2011 06:13:34
depois,, se a populacao fica revoltada e faz alguma coisa, o mandato de prisao vem a galope, o terrinha de ninguem viu....
 
jose carlos em 16/02/2011 06:12:21
Que absurdo... depois que solta o ladrao que vao fazer o pedido de prisao do cara, que palhaçada...quer dizer o cara continua roubando a população sem contar que ele da proxima vez pode ate cometer um assassinato quando for roubar novamente, pode ter certeza que ele voltara ao mundo do crime, ainda vamos ouvir falar desse nome nos jornais e uma pena....
 
luciano souza em 16/02/2011 06:03:17
É isso mesmo. Agora experimenta encostar a mão neste safado e verás o que vai te acontecer. Viva a impunidade e nossas leis protetoras de bandidos.
 
Milton Silva - Campo Grande - MS em 16/02/2011 06:02:44
Que é isso Dr Delegado????
 
sandra lima em 16/02/2011 05:52:56
É uma piada
 
Evandro Duarte em 16/02/2011 05:51:23
Senhores motoristas, quem disse que a palavra de pessoas trabalhadoras e honradas como vocês tem alguma validade, contra as alegações usadas por bandidos para justificar seus crimes? acordem amigos, isto é BRASIL.
 
Antonio Mazeica em 16/02/2011 05:44:14
este é o nosso BRASIL, sem fronteira tche.
 
IVANIR ROBERTO KARLING em 16/02/2011 05:39:44
é brincadeira isso, eu se fosse o pessoal do sindicato iria na corregedoria ou no ministério público para pedir esclarecimentos, pq pelo amor de Deus estes assaltantes fazem o que querem, a policia prende mostra para imprensa e depois solta, é uma vergonha. Se não adiantasse nada faria um dia de greve contra a violência no transporte coletivo ai vamos ver se os governantes desta cidade não tomam jeito.
 
Cesar Teixeira Alves em 16/02/2011 05:39:01
Eeee Brasil, so soltaram porque nao era pai de familia porque se fosse tava la, quero ve acha esse vagabundo de novo.... vai continuar roubando e aterrorizando quem depende de transporte coletivo....
 
Rafael Ihorio em 16/02/2011 05:06:31
Será que o bandido terá que fazer uma barbaridade a mais tipo tirar a vida de um trabalhador, para poder ser preso?
Onze motorista não é suficiente pra identificar um marginal desse porte?
Complicado esse mundo nosso meu Deus!
 
Anderson soares em 16/02/2011 04:56:52
O Delegado vai esperar eles matarem alguns trabalhadores para que eles possam prende-los ou é para dar trabalho para o serviço resevado da PM em prender os bandidos de novo....???
 
João da Silva em 16/02/2011 04:55:07
Esta atitude demonstra que a policia não tem compromisso com o cidadão paga os impostos e, conseguentemente seu salario.
 
Carlos Alberto Cáceres. em 16/02/2011 04:53:26
ooo pessoal deixa o moço, se ele for preso quem vai pagar o arrego da policia??? pra que mais furto que o da aguas, enersul, prefeitura, impostos, parquímetro que por sinal é uma cobrança irregular....
 
waldirney rocha em 16/02/2011 04:42:39
- Quem entende ou quem explica uma lei como a nossa? Pelo amor de Deus... pessoas trazendo brinquedos de Ponta Porã são presas, perdem a mercadoria etc, e um ladrão reconhecido por 11 assaltos é solto? Onde é que estamos? O que está faltando? Se o motorista ou cobrador reagissem e matassem o vagabundo, na certa estariam presos... mas e se fosse ao contrario? E e se o ladrão matasse o motorista, pai de familia por supuesto? Pelo amor de Deus; SOCORRO, os bandidos tomaram conta mas há algo de podre no ar.. inoperancia do Judiciário ou falta de vontade? de quem é a culpa? Do delegado que o soltou ou de quem não expediu mandado de prisão preventiva ou temporária? Gente, não temos palavras, seria melhor que nos transformássemos no Velho Oeste e cada um com um Colt 45, e que vencesse o melhor, mas qual? Pai de familia armado vai preso por porte ilegal, enquanto isso os bandidos tocam o F... - se ! Peraí, não Aguentamos mais.... Vou pro Iraque ou pra Colombia, lá deve ser mais seguro. Tenho Dito. Isso é Sacanagem
 
Zuza Ratier em 16/02/2011 04:40:30
Dá pra ver a falta de esclarecimento do povo quanto as lei que vigoram, falta que também faz a PM, só se é preso em flagrante delito ou por ordem judicial, percebe-se na fala de Demétrio. “A Polícia Civil com 11 BOs não emitiu nenhum mandado de prisão” a policia civil não emite mandado de prisão, quam faz isso é a justiça, depois de uma investigação feita pela POLICIA CIVIL, de modo formal com provas materiais e testemunhais; Prendia-se de qualquer modo no tempo da ditadura, mas esse tempo já passou, ainda que possa parecer impunidade, é a nossa lei, quem estiver descontente que cobre mudanças do seu deputado federal (se é que se lembra em quem votou) .
 
joao de deus em 16/02/2011 04:35:30
Senhor Delegado é uma imoralidade soltar esses vagabundos. E os cidadãos honestos, trabalhadores que foram assaltados por eles como ficam nessa história?
 
jose alfredo de melo em 16/02/2011 04:22:52
A prisão preventiva pode ser solicitada a qualquer momento, não é necessário soltar o conduzido, esperar a provável fuga para somente depois fazer a representação pela prisão. Dessa forma, vai causar inveja à Defensoria Pública da área criminal, esses defensores é quem desejam a liberdade do maior número possível de criminosos de toda sorte.
 
Fauster Antonio Paulino em 16/02/2011 04:20:11
A populacao agradece a policia militar.............E da risada da policia civil!!!!!
 
thiago varzim cabistany em 16/02/2011 04:18:53
É uma palhaçada isso tudo! Bandido é preso, é reconhecido e depois vem um diplomado e joga em liberdade. Claro está na forma da lei, mas que lei é essa que só vem pra aliviar o criminoso. E nós? quanto a nós? o que pode ser feito, esperar que um desses assalte nossos idosos, nossas mães e amigos trabalhadores em ônibus? Tudo isso não passa de uma grande palhaçada. Vamos rir...
 
Anderson Souza em 16/02/2011 04:14:49
essa revolta não e so dos motorista de onibus, é tambem da propria pm, que arrisca a vida para preder marginais perigosos e os mesmos saem da Delegacia antes da PM, isso e birra da Policia Civil contra a PM2, por fazer o serviço que e da propria P.Civil, e no fim quem perde e a população que quer ver esses marginais atraz das grades, e agora será que essas vitimas terão segurança com esse marginal solto, fica com a resposta esse Delegado que quer proterger quem, a população ou o marginal.......
 
luciana nicoletti em 16/02/2011 04:03:07
"DURA LEX SED LEX". É dura para as pessoas de bem, ver um verme desse de volta às ruas roubando de novo, para o ladrão é "MOLES LEX SED LEX". Um troço desses é igual cerveja, só fica bom gelado em cima da mesa. Mas a culpa não é da DERF é da justiça brasileira, lembre-se que bandido tem seus direitos, os DHs estão de olho. Mas pensem bem, fica mais barato ele roubando do que na tranca, ele comete aí uns dez assaltos por mês, deve levar no máximo uns R$ 500,00 de várias empresas do transporte coletivo, que são ricas, se fosse preso iria custar três vezes isso para o estado e quem pagaria? Todo mundo, inclusive os bem pobres, então deixe ele na rua roubando até o dia dele chegar.
 
Claudio Arantes - CG/Amambai em 16/02/2011 04:02:13
A população deveria cobrar mais esclarecimentos,pois a não sabem que quem SOLTA,PRENDE E DA ORDEM DE PRISÃO ,não é a POLICIA,nem Policia Militare muito menso Policia Cicil,quem faz isso é o JUIZ DE DIREITO,então se não há flagrante,nem mandado,não importa se ele matou,roubou,estuprou etc...será solto imediatamente,se ele fica preso é ILEGAL,mais uma vez quem solta e prende são os juizes minha gente e não ás policias.
 
ricardo terra Lemos em 16/02/2011 04:00:12
Essa justiça de nosso país é uma piada. Tem mais bandido solto do que preso.
 
Jorge Marcos em 16/02/2011 03:44:16
Na verdade a violência está tão banalizada em nosso país, que a polícia acha que esse ladrão não merece estar preso. O "coitadinho" só assaltou 11 vezes o transporte coletivo da nossa cidade. Portanto não merece cadeia. Alguém quer levar ele pra casa? É brincadeira!
 
Paulinho Barbosa em 16/02/2011 03:40:52
Este delegado deveria ser exonerado a bem do serviço público, por prestar um desserviço a socidade organizada sul-matogrossense, é uma vergonha, lamentável , fica aqui registrado minha indignação
 
Adelson da silva em 16/02/2011 03:40:51
ISSO É BRASILLLLL......CAMPO GRANDE ESTA UMA VERGONHA.....EITA JUSTIÇA
 
flavio da costa em 16/02/2011 03:33:54
Que palhaçada, se fosse um pobre coitado robando um pão para se alimentar ele estaria com certeza preso.
 
Sandro Lima em 16/02/2011 03:29:03
isso é uma vergonha..vamos fazer assim..prende aaas pessoas do bem..e deixa os bandidos soltos...
 
maria de jesus em 16/02/2011 03:21:14
Para resolver o problema do cidadão e contribuinte. Quem deve ser preso é o Delegado por não comprir com sua obrigação. Alem de não comprir com sua obrigação eles são oomisos em dar segurança e a esclarecer o procedimento as vitimas. ISSO É BRASIL
 
Eduardo D em 16/02/2011 03:15:39
Este delegado tem de ser exonerado do cargo, julgado pela ação e pagar danos materiais e morais aos motoristas e as empresas do transporte coletivo, ja que ele foi omisso na sua decisão e solto os criminosos, assim sendo cabivél na lei como "pratica de associação com o crime". Se este delegado não tem vergonha na cara de fazer isso em frente as vitmas e jornalistas imagina-se o que ele ando fazendo por ai !
 
Alexandre Souza em 16/02/2011 03:13:45
Caros leitores, hoje em dia os presos somos nós, a grades são feitas para os homens e mulheres de bem, é cada vez mais comum vc ficar sabendo de barbaridades cometidas contra as pessoas de bem, e isso inclue a lei que esta cada vez mais tendenciosa a proteger quem não produz nada. Isso é um absurdo, mas já faz parte do dia dia.....
 
Fernando Jussiani em 16/02/2011 03:12:25
É uma pouca vergonha essa nossa justiça. Parabens ao delinquente, volte a agir rápido, pois tenho certeza que esta sem dinheiro. Olhe uma dica: ônibus coletivo. Só não vai matar para roubar. O resto vale tudo.
 
MAGALI SANTANA em 16/02/2011 02:56:08
Bem quer dizer que se agora o rapazinho solto assaltar de novo e ferir ou matar alguem a culpa é de quem? Competentissimo o delegado Roberval em? Estamos em ótimas mãos em Senhor Jacini?
 
Marco Tulio Costa - Campo Grande em 16/02/2011 02:49:38
Isto é uma vergonha
Meu pai é motorista de onibus tbm e está revoltado com isso quanta irresponsabilidade simplesmente soltar este bandido pelo jeito a policia está pouco se importandoo.
 
Ivone Gomes de Azevedo em 16/02/2011 02:41:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions