A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Setembro de 2017

07/08/2017 10:58

Reinaldo defende 'diálogo e bom senso' para solucionar situação da Santa Casa

Hospital está desde às 17h do dia 2 de agosto recusando pacientes alegando superlotação, apenas casos de extrema gravidade estão sendo atendidos

Yarima Mecchi e Leonardo Rocha
Governado do Estado, Reinaldo Azambuja. (Foto: Marcos Ermínio)Governado do Estado, Reinaldo Azambuja. (Foto: Marcos Ermínio)

O governado do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), disse na manhã desta segunda-feira (7) que para solucionar situação da Santa Casa de Campo Grande é preciso que tenha bom senso entre a unidade e a administração municipal. O hospital está desde às 17h do dia 2 de agosto recusando pacientes alegando superlotação, apenas casos de extrema gravidade estão sendo atendidos.

"Como a Prefeitura de Campo Grande não tem hospital municipal, precisa enviar a demanda para hospitais públicos que tem na cidade. O que eu defendo: através de diálogo e bom senso possa chegar a um acordo para que não parem os atendimentos na Santa Casa", destacou Azambuja.

No sábado (5) dois funcionários do hospital foram presos porque não deixaram que o Corpo de Bombeiros entrasse com um pacientes. Após bate-boca, os bombeiros resolveram pular as grades e romper as travas dos portões da rampa de acesso ao pronto-socorro.

A tensão foi tanta que virou caso de polícia. Ao menos duas viaturas da PM (Polícia Militar) se deslocaram ao local e não só o porteiro, mas também um fiscal de plantão foram levados à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento) do Centro.Após o transtorno, o paciente enfim foi recebido na unidade.

Com relação ao rapasse para a unidade, Azambuja defende que o Governo do Estado já contribui para o custeio da Santa Casa. "Nós já fazemos a nossa parte com ajuda de custeio e também com a finalização do Hospital do Trauma. O Pronto-Socorro se trata de uma relação específica entre a prefeitura e Santa Casa", destacou.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions