A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

24/07/2018 14:06

Réu foragido pega 11 anos de prisão por assassinato em 2013

Comparsa capturado no mês passado foi condenado há 5 anos em regime semiaberto

Guilherme Henri
Prédio do Tribunal do Júri de Campo Grande (Foto: Assessoria/ TJMS)Prédio do Tribunal do Júri de Campo Grande (Foto: Assessoria/ TJMS)

André Aquino da Silva, 36 anos, foi condenado há 11 anos de prisão por homicídio em júri realizada nesta manhã (24) em Campo Grande. Entretanto, para cumprir a pena, primeiro o assassino precisa ser preso. O crime ocorreu em 2013 onde Jonas Caetano Teixeira foi morto com tiros na cabeça.

Segundo informou o TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) André está foragido da Justiça. Além disso, o assassino já tem outra condenação em aberto.


Já o comparsa, Fábio Souza Santos, 23 anos, foi condenado há 5 anos em regime inicial semiaberto por ter envolvimento com o crime. Fábio também estava foragido, mas foi capturado pela polícia no mês passado.

O assassinato ocorreu no dia 29 de outubro de 2013. André era garupa de uma moto conduzida por Fábio.

André atirou contra o veículo Fiesta em que estava Jonas Caetano Teixeira, na Avenida Ezequiel Ferreira Lima, Bairro Guanandi II. Em seguida, ele e Fábio fugiram.

Os tiros acertaram a cabeça, pescoço e ombro esquerdo da vítima. A possível motivação para a execução seria uma ameaça que a vítima teria recebido de uma traficante, dia antes ao crime.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions