ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Réu foragido pega 11 anos de prisão por assassinato em 2013

Comparsa capturado no mês passado foi condenado há 5 anos em regime semiaberto

Guilherme Henri | 24/07/2018 14:06
Prédio do Tribunal do Júri de Campo Grande (Foto: Assessoria/ TJMS)
Prédio do Tribunal do Júri de Campo Grande (Foto: Assessoria/ TJMS)

André Aquino da Silva, 36 anos, foi condenado há 11 anos de prisão por homicídio em júri realizada nesta manhã (24) em Campo Grande. Entretanto, para cumprir a pena, primeiro o assassino precisa ser preso. O crime ocorreu em 2013 onde Jonas Caetano Teixeira foi morto com tiros na cabeça.

Segundo informou o TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) André está foragido da Justiça. Além disso, o assassino já tem outra condenação em aberto.


Já o comparsa, Fábio Souza Santos, 23 anos, foi condenado há 5 anos em regime inicial semiaberto por ter envolvimento com o crime. Fábio também estava foragido, mas foi capturado pela polícia no mês passado.

O assassinato ocorreu no dia 29 de outubro de 2013. André era garupa de uma moto conduzida por Fábio.

André atirou contra o veículo Fiesta em que estava Jonas Caetano Teixeira, na Avenida Ezequiel Ferreira Lima, Bairro Guanandi II. Em seguida, ele e Fábio fugiram.

Os tiros acertaram a cabeça, pescoço e ombro esquerdo da vítima. A possível motivação para a execução seria uma ameaça que a vítima teria recebido de uma traficante, dia antes ao crime.

Nos siga no Google Notícias